BLOG

28/04/2017 - 11:45

Empresário descobre talento para o desenho e abre exposição

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No alto, Paulo Ouro Preto e Adriano Fagundes; em seguida, Beth Accurso, Francisco Grabowsky, Paulo e Milene Ouro Preto; abaixo, Laura e Nefer Leão; acima, Edson Thebaldi e Arnaldo Bortolon / Fotos: Ari Kaye

Executivo do Grupo St. Marché – que inclui o Eataly, o empório Santa Maria e a rede de supermercados St. Marché – Paulo Ouro Preto costumava rabiscar desenhos toda vez que estava ao telefone. Desse exercício de relaxamento, Paulo pulou para aulas de desenho e de gravura no Parque Lage e nunca mais parou de produzir, com inspiração na arte pop. Virou uma paixão! Atualmente, várias lojas especializadas em gravuras e serigrafias encomendam seus trabalhos, que já fazem parte do acervo de jovens colecionadores. Nessa quinta (27/04), Ouro Preto deu um passo mais adiante: abriu exposição na Galeria Samba, no Fashion Mall. Ele também lançou um livro com três de seus trabalhos e tiragem de 30 cópias.


Enviado por: Marcia Bahia
27/04/2017 - 19:30

Moda, por Bebel Schmidt: saia plissada

colagem-1 colagem-2

A saia plissada é uma tendência que nunca sai de moda e, nesta estação, promete bombar. Versátil, delicada e feminina, ela compõe facilmente looks que agradam desde a mulher mais básica até a mais fashionista! Podendo ser usada em qualquer hora do dia, a saia plissada tem diversos tipos: longas, mid, curtas, com brilho, metalizada, estampada, lisa, de malha, etc… indo de um visual mais casual até o mais elegante.

Os sapatos de salto, por exemplo, são uma ótima combinação para um visual mais elegante; já o tênis combina com um visual mais confortável e despojado. Outras combinações muito usadas durante a semana de moda internacional foram saia plissada mid com sapatos oxford e saia plissada com bota. Seja com uma blusa mais solta ou um body preto, é fácil pensar em como adaptar o modelo para os diferentes estilos. Uma dica superválida é sempre “brincar” com a textura da saia e as cores, usando a peça como destaque do look!

colagem-3 colagem-4

Visite também o isfashionmag.com.br

Bjksss

Bebel

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Redação
27/04/2017 - 16:50

Novo site da Fundação Laço Rosa: lançamento com festa em Botafogo

lica-oliveira-aline-do-carmo-deborah-medeiros-e-maria-ceica

claudia-alencar-e-rosane-gofman

vinicius-belo-susana-naspolini-e-marcelle-medeiros

wanda-grandi-e-regina-priolli

No alto, Lica Oliveira, Aline do Carmo, Deborah Medeiros e Maria Ceiça; abaixo, Claudia Alencar e Rosane Gofman; na sequência, Vinícius Belo, Susana Naspoli e Marcelle Medeiros; nesta foto, Wanda Grandi e Regina Priolli / Fotos: Patricia Camara

Com a cobertura do Yoo2 Hotel, em Botafogo, toda em rosa, desde a iluminação até os drinques, espumante e sucos, a Fundação Laço Rosa lançou nessa quarta-feira (26/04) o novo site (www.fundacaolacorosa.com). No evento estiveram médicos, apoiadores da causa e mulheres que já tiveram câncer de mama, caso da jornalista Susana Naspolini. No novo site a linguagem está mais objetiva, há links diretos para doação de valores diversos e mudou o formato de solicitação de perucas online, agora com possibilidade de escolha do modelo de corte de cabelo.


Enviado por: Redação
27/04/2017 - 16:26

Livro de memórias de Haguenauer: só o que vale a pena lembrar

_mg_8918

_mg_9156

_mg_9297

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No alto, o autor, René Haguenauer, com Fernanda Montenegro; depois, com Michele Corrêa da Costa e a dra. Rosa Célia; abaixo, com Marcio Gomes; acima, com Rosana Lanzelotte / Fotos: divulgação

O embaixador René Haguenauer, que serviu em 10 países do chamado Primeiro Mundo, incluindo Itália, França, EUA, México e Suíça, lançou, nessa quarta (26/04), na Casa de Cultura Julieta de Serpa, o livro “Diário de Bordo”, onde conta passagens de sua vida diplomática. Não foi tarefa difícil para o autor, que desde o primeiro posto, em Roma, começou a escrever um diário e registrar suas memórias, num total de 20 cadernos.

A noite foi em benefício do Pro Criança Cardíaca e teve a presença da amiga Fernanda Montenegro, que assinou o prefácio, onde diz: “Sua autobiografia é inquietante. Você conseguiu o impossível: só lembrar o melhor da sua vida. Você não deu passagem ou considerou qualquer mal-entendido com o destino. Suas lembranças fluem na conciliação com a própria existência. Na harmonia. Mesmo a perda dolorida de seu companheiro de vida não perturba o reviver desse encontro único. Mesmo falando dessa saudade, ela é transcrita na melhor memória”.


Enviado por: Marcia Bahia
27/04/2017 - 15:30

Rubem Fonseca: “Quando você lança um livro novo, os antigos vêm atrás”

O escritor Rubem Fonseca: "Lancei esse pra vender todos os outros - quando você lança um livro novo, os antigos vem atrás" / Foto: Lu Lacerda

O escritor Rubem Fonseca: “Lancei esse pra vender todos os outros – quando você lança um livro novo, os antigos vêm atrás” / Foto: Lu Lacerda

Rubem Fonseca, considerado por muitos o maior contista brasileiro, aquele que já ganhou sete prêmios Jabuti, o Camões (maior premiação da língua portuguesa, em 2003) e o Machado de Assis, dado pela ABL pelo conjunto da obra, em 2015), tomava um café no Talho Capixaba, na Gávea, quando apareceu uma fã e começou uma conversa com o escritor. Em minutos, foi à livraria mais próxima, comprou “Calibre 22” (Editora Nova Fronteira) e voltou para RF assinar. Logo, ao redor, quem estava na padaria pediu que Rubem assinasse mais livros, iriam comprar às pressas. Não deu tempo. Perguntado qual seu sonho com relação ao “Calibre 22”, respondeu: “Lancei esse pra vender todos os outros – quando você lança um livro novo, os antigos vêm atrás”. Rubem, sempre disfarçado de óculos escuros e boné, nem imagina o número de fãs que tem no Rio – isso foi perceptível!


Enviado por: Lu Lacerda
27/04/2017 - 14:21

Aplicativo para consultas: meta é formar equipe de 15 mil médicos

foto-1

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

346q9941-marcelo-lamarca-luis-tepedino-glenda-kozlowski-roberto-rique-e-isabela-menezes

No alto, Pedro Passos, Mauro Moreno, Marcelo Maciel, Adelmar Jr., Ricardo Fava, Célio Chagas e Roberto Rique; no centro, Paulo Muller e Isabela Menezes; na sequência, Marcelo Lamarca, Luis Tepedino e Glenda Kozlowski; acima, Roberto Rique e Narcisa Tamborindeguy / Fotos: divulgação

Aplicativo para marcação de consultas médicas, o Mediclick, administrado por um grupo de sócios, a maioria médicos, mais o empresário Roberto Rique e o economista Mauro Moreno, foi lançado, nessa quarta (26/04), com coquetel no Iate Clube. A plataforma já está disponível para celulares Android e iOS, com atendimento nas cidades do Rio, Belo Horizonte, Recife, Campo Grande, Goiânia e no ABC Paulista, mas a ideia é atingir todo o país, somando 15 mil médicos ainda este ano.


Enviado por: Marcia Bahia
27/04/2017 - 13:31

Padrão Goldfarb de beleza em dobro

isabela-goldfarb-e-mariana-goldfarb-0300

andre-freitas-adriana-svartsnaider-ari-svartsnaider-yasmin-brunet-e-mariana-goldfarb-0185

cris-dias-jackie-sperandio-e-kiara-bianca-0266

marcela-birman-lu-botto-e-erika-boclin-0477

leticia-carvalho-e-talita-vaccaro-0127

No alto, Isabela e Mariana Goldfarb; abaixo, André Freitas, Adriana Svartsnaider, Ari Svartsnaider, Yasmin Brunet e Mariana Goldfarb; no meio, Cris Dias, Jackie Sperandio e Kiara Bianca; na sequência, Marcela Birman, Lu Botto e Erika Boclin; nesta foto, Leticia Carvalho e Talita Vaccaro / Fotos: Bruno Ryfer

Se a beleza de uma Goldfarb não é pouca, imagina em dobro! Foi o que aconteceu no lançamento do Mr. Cat Studio, na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema, nessa quarta-feira (26/04): a modelo Mariana Goldbarb foi ao evento com sua irmã Isabela. A propósito, Ari Svartsnaider, dono da marca, sabe escolher as lindas das lindas: a outra era Yasmin Brunet. Elas foram as personagens de uma exposição do fotógrafo Eduardo Bravin, com intervenções artísticas da ilustradora Clara Veiga. A noite ainda teve o show da cantora Iza.


Enviado por: Lu Lacerda
27/04/2017 - 13:02

Amaral no MIS: empresário quer levar Hippo para SP e BH

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ricardo Amaral e a presidente do Museu da Imagem e do Som, Rosa Maria Araújo, no depoimento do empresário para os arquivos do museu / Foto: Guilherme Maia

Ricardo Amaral, empresário e produtor cultural que grande parte dos cariocas pensa conhecer a fundo, ainda tem histórias para contar. Algumas dessas passagens da sua vida pouco sabidas ou ignoradas foram gravadas, nessa quarta (26/04), para a série “Depoimento para a Posteridade” do Museu da Imagem e do Som. Entrevistado pelos jornalistas Renato Lemos e Liliana Rodriguez, pelo produtor Mauro Rychter e pelo secretário de Estado de Educação Wagner Victer, Ricardo não só falou do passado, como também dos seus projetos futuros.

Sobre ser considerado o rei da noite:

“Quem começou com isso foi o Chacrinha. Depois, com o passar do tempo até achei chato e pretensioso, nunca quis assumir esse papel. Mas depois relaxei, embora não estimule o título”.

A amizade e parceria profissional com Boni:

“Em 2014 e 2015 lançamos dois guias de sucesso, sobre os melhores restaurantes do mundo. A ideia veio quando jantamos no premiado Noma, em Copenhagen. Boni é o tipo de pessoa que praticamente tem um orgasmo quando abre uma boa garrafa de vinho. Ele não economiza em seus jantares com amigos. Entre os projetos em andamento, estamos nos preparando para lançar a terceira edição deste guia, ainda este ano”.

As primeiras incursões na vida de empreendedor:

“Minha história no jornalismo começou cedo, no jornal Shopping News, onde fui demitido por conta de uma matéria sobre as mulheres bonitas paulistanas, que estavam à caça de maridos ricos. Mas logo depois, com apenas 22 anos, conheci Samuel Wainer, uma das pessoas mais importantes da minha vida. Ele foi um grande amigo. Mesmo sendo bem mais jovem que ele, éramos parecidos em muitos aspectos. Cheguei a morar um tempo em sua casa aqui no Rio, logo que me mudei para cá. Ele tinha se separado da Danuza (Leão). Éramos somente ele, eu e o mordomo. Nossa amizade causou muito ciúmes por aí”.

Ao ser perguntado se o sucesso tem receita e glamour no Rio:

“Os caminhos do sucesso nunca são exatos, não existem fórmulas. A obstinação é um caminho para o sucesso. Sobre o público de hoje em dia posso afirmar que ele é completamente infiel. As coisas mudam, as opções são grandes, por isso é preciso sempre inovar. E também acredito que ainda exista glamour no Rio, mas ele mudou inteiramente. Hoje as festas têm caráter mais comercial, são raros os grandes eventos, aquela coisa de salão. Só acho que a manifestação é diferente, atualmente”.

Ricardo, que há anos realiza a feijoada mais famosa de abertura do carnaval carioca, ainda confessou que detesta feijão. “Nunca comi feijão preto, o branco ainda vai”. Às vésperas de reinaugurar a boate Hippopotamus em Ipanema, Amaral já tem outros planos: “Penso muito em expandir, daqui a um tempo, a Hippo em São Paulo e Belo Horizonte”. À frente dos restaurantes do Vogue Square, na Barra, Ricardo disse que já teve convites no Rio e em outros Estados para desenvolver curadoria para centros gastronômicos. E tem, também, um projeto tecnológico de conteúdo com venda online. “Isso é o futuro do comércio”, previu, finalizando o depoimento de três horas.


Enviado por: Marcia Bahia
27/04/2017 - 12:30

Dança ao som da MPB dos anos 30 aos 80

Foto de:

Em curta temporada, com apresentações até esta sexta-feira (28/04), o espetáculo “Um Certo Canto Brasileiro” estreou, nessa quarta (26/04), no auditório do MASP, em São Paulo. A bailarina Vera Lafer é a destaque da Studio3 Cia., que tem direção do coreógrafo Anselmo Zolla e direção musical de Felipe Venancio. O trabalho relembra os sucessos dos anos 30 aos 80, através da dança e música nas vozes de Elza Soares, Tim Maia, Maysa, Chico Buarque, Roberto Carlos, Milton Nascimento, Bethânia, Elizeth Cardoso, Cartola, Angela Maria, Jamelão, Tom e Elis. Veja fotos na Galeria.


Enviado por: Redação
27/04/2017 - 11:38

Rock no Museu: Rio recebe exposição sobre o Nirvana, que sai pela 1ª vez dos EUA

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Exposição sobre o Nirvana criada para o Museu de Cultura Pop de Seattle sai pela primeira vez em viagem: o destino é o Rio, em junho /Foto: divulgação

Os cariocas serão os primeiros no mundo a ver a exposição sobre a banda Nirvana que nunca saiu do Museu de Cultura Pop (MoPOP), da cidade de Seattle, no Estado de Washington. “Nirvana: Taking Punk to the Masses” abre dia 20 de junho no Museu Histórico Nacional, tomando uma área de 800m² com objetos pessoais de Kurt Cubain e demais músicos da banda, instrumentos, fotos, vídeos, cartazes e depoimentos. A mostra conta em detalhes o processo criativo do último álbum, o “In Utero”, a morte de Cobain, em 1994, e exibe um mural com 21 discos do acervo pessoal do baixista Krist Novoselic.

Os fãs têm tudo para reviver a década das camisas de flanela de xadrez, com a documentação dos shows internacionais do Nirvana, que no Rio tocou no Hollywood Rock Festival, em 1993, para mais de 35 mil pessoas. O evento faz parte da Samsung Rock Exhibition, em parceria com o Ministério da Cultura e realização do Instituto Dançar.


Enviado por: Marcia Bahia
Página 2 de 2.56012345102030Última »