xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No alto, Sandra Corveloni, Carolina Ferraz e Carol Marra; acima, o diretor, Flávio Tambelini, e Carolina Ferraz / Fotos: Graça Paes/ Zapp News

Carolina Ferraz e o elenco de “A Glória e a Graça” fizeram, no hotel Mercure Mourisco, em Botafogo, na tarde desta segunda (20/03), a coletiva de lançamento do filme, que chega aos cinemas dia 30. Dirigido por Flávio Ramos Tambellini, com roteiro de Mikael de Albuquerque, o filme é um projeto de Carolina que já durava nove anos. No enredo, Ferraz é uma travesti (Glória) que não fala com a irmã, Graça (Sandra Corveloni), há quinze anos. Quando a irmã descobre que tem uma doença grave, procura Carolina para entregar os filhos e constata que ela não é mais o irmão Luiz Carlos.

“Eu tentei fazer uma pessoa, um ser humano. O filme fala da relação entre duas irmãs, o resgate das relações em família. A Glória é divertida. Eu procurei fugir das caricaturas tão comuns quando se abordam esse universo. A maior preocupação foi justamente fugir do estereótipo”, contou Ferraz.

O diretor Tambellini optou por uma fotografia colorida, alegre, e por não mostrar o travesti como um marginal. “A gente acha que travesti sempre é o marginal, uma pessoa fora do sistema… Quis dar essa outra visão, que, aliás, é o que está acontecendo. É um filme que fala da família moderna, da junção de diversas pessoas que formam uma família”, concluiu. A atriz transexual Carolina Marra faz o papel da melhor amiga de Glória, a trans Fedra.

Veja o trailer do filme:

Share
Enviado por: Marcia Bahia

Os comentários estão fechados.