O governador Sérgio Cabral inaugura, na manhã desta quinta-feira, em Gericinó, no Guandu, as cadeias Bandeira Stampa e José Frederico Marti. Enquando a primeira unidade terá capacidade para 541 preoso, a segunda abrigará 531. A ideia é que os dois estabelecimentos abriguem presos da Polinter, que será extinta. Agora, como perguntar não ofende, lá vai: com nosso sistema carcerário abarrotado, é mesmo o caso de dar um fim na Polinter?!

Share
Enviado por: Lu Lacerda

1 comentário para "Antes de perder a Polinter, Rio ganha duas novas cadeias"

  1. 02/03/2011 - 23:43 Enviado por: Conhece?

    Antro de promiscuidade,doenças,aglomeração excessivamente revoltante para quem está na carceragem da Polinter.Portanto,não recupera ninguém para retornar ao convívio social,ao contrário.Deu p entender ou quer q desenhe? Aposto todas as fichas de Las Vegas,se isso fosse possível,no trabalho do Gov Sergio Cabral,pois quem está no âmago da questão é quem realmente conhece o problema,macro dizendo,e ñ aqueles q como um torcedor grita:”Como perdeu esse gol?”. ..então vai lá correr 90′ e saberás.