xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 Ana Cristina Cesar com 29 anos, quando fazia mestrado em tradução na Inglaterra,  em foto feita por seu pai / Foto: Waldo Cesar/ Acervo Ana Cristina Cesar / Instituto Moreira Salles

A poeta Ana Cristina Cesar, que foi homenageada pela última Flip, vai ter, pela primeira vez, uma mostra totalmente dedicada à sua vida e obra. Os curadores Thiago Grisolia e Ana Hortides recorreram ao acervo do Instituto Moreira Salles, onde está todo o material de Ana doado pela família e que só está disponível sob consulta.

Ana Cristina, que fez parte da chamada Geração Mimeógrafo de poetas brasileiros, nos anos 70, faria 65 anos em 2017 – ela se suicidou com 31 anos. Na exposição “À mercê do impossível”, que abre, nesta terça (21/03), na Caixa Cultural, vão estar fotos, documentos, os primeiros jornais em que ela escreveu e uma seleção de seus poemas.

Dia 1º de abril acontece um seminário com três mesas. A primeira, Biografia/Ficção, começa às 14h, com a participação de Heloísa Buarque de Hollanda e Armando Freitas Filho, que era o melhor amigo de Ana Cristina. Às 16h, se inicia a mesa Intimidade/Mostração/Confissão, com Alice Sant’Anna, Italo Moriconi e Luciana diLeone. Às 18h, a mesa Corpo/Crítica/Clínica, com Flavia Trocoli e Roberto Corrêa dos Santos, fecha o evento, com entrada gratuita.

Share
Enviado por: Marcia Bahia

Os comentários estão fechados.