brasilcriatimai12

É a primeira revolução dos brasileiros? Estamos vivendo momentos históricos: pela primeira vez, o povo comenta normalmente sobre política e os problemas que ocorrem no País, em vez de apenas futebol. Uns falam que o Brasil está desmoronando; outros, que não tem jeito; outros ainda sussurram uma débil esperança positiva para o ano que se inicia.

Vejo de outra forma: estamos vivendo uma guerra civil, uma demolição! Demolição de um sistema bem brasileiro. Começamos como Terra do Brasil (para identificar o produto de maior peso econômico), que era como os traficantes de pau-brasil – e, depois, todos os demais – referiam-se a esta terra, em vez de utilizar o nome oficial, Terra de Santa Cruz.

E vocês conhecem a origem da palavra “brasileiro”? No tempo colonial, era um adjetivo que indicava uma profissão: tirador de pau-brasil, e, portanto tinha um significado pejorativo, como ladrão, criminoso, aventureiro, possuidor de riqueza indevida… Por isso, ninguém em Portugal queria ser chamado de “brasileiro”.

Até D. Pedro, antes da Independência, como se vê neste comentário dele mesmo, relatado pelo padre Belchior Pinheiro (apud Castellani): “As Cortes me perseguem, chamam-me, com desprezo, de Rapazinho e de Brasileiro”. O sufixo “-eiro”, quando forma adjetivos (que podem substantivar-se) para qualificar pessoas, costuma designar aptidão, hábito, profissão, ofício: pregoeiro, cozinheiro etc.

Pois é, essa informação está em nosso subconsciente coletivo e, consequentemente, de uma ou outra forma, continuamos sendo “brasileiros”. Nunca fomos “brasilianos”, ou aqueles que vieram para ficar, construir, ser… Acredito que estamos começando a perceber que não podemos mais continuar a agir, pensar e sentir como “brasileiros”, mas urge nos tornarmos “brasilianos” de coração e ação.

E para que tal aconteça, a demolição dos criminosos profissionais de Brasília é necessária. Por que não seguimos o exemplo dos islandeses? A população, cansada e revoltada com os políticos corruptos que assaltavam sem pena o estado, tomou uma decisão: cada um que fosse encontrado em algum local público, seria colocado à força dentro de uma lata de lixo.

Em seguida, elegeram para governar apenas pessoas que nunca haviam se metido em política. Simples administradores ou empresários. Resultado? Em poucos anos, tornaram-se um país do Primeiro Mundo!

Que tal começarmos a agir como “brasilianos”?

tarja.annasharp

Share
Enviado por: Redação

Os comentários estão fechados.