12/06/2018 - 20:00

Cinco perguntas para Raphael Pazos (sobre o Velo-City)

rapahel-pazos-c

“O Velo-City desandou”, afirma o carioca Raphael Pazos, 43, empresário de hotelaria, ciclista há 20 anos e criador da Comissão de Segurança do Ciclismo da Cidade do Rio (CSC-RJ) – fundada há 5 anos, com o objetivo de cobrar a aplicação das leis de trânsito, educar e conscientizar. Ele é um dos revoltados com a primeira edição sul-americana da maior conferência do mundo sobre mobilidade por meio de bicicletas, que acontece no Rio até esta sexta-feira (15/06). Raphael é um dos apoiadores do protesto simbólico “Velo-City” para quem?”, que vai acontecer nesta quarta-feira (13/06), durante a “Bike Parade”, dentro da programação do Velo-City, a partir das 10h no Píer Mauá. “Os ciclistas que deveriam participar não estão lá, mesmo porque o valor mais barato para a inscrição custa US$ 270 (aproximadamente R$ 1.000), mais que um salário mínimo, ou seja, quem vive a realidade pedalando nas ruas do Rio está excluído”, diz Raphael.

No ano passado, durante o mesmo evento na Holanda, Marcelo Crivella prometeu muito: disse que o Rio estaria preparado para receber o evento e haveria destinação de verba para criar novas ciclovias e fazer manutenção das existentes. No entanto, apesar de ter a maior rede cicloviária do Brasil, com 450 quilômetros de extensão, a cidade deixou de investir no sistema: nenhum novo trecho foi construído desde o início de 2017. Nessa segunda-feira (11/06), a Secretaria de Conservação e Meio Ambiente admitiu que o município não investiu em novas vias este ano, mas informou que espera a liberação de R$ 1 milhão para começar as obras de implantação de 3,2 quilômetros de ciclovia e de faixa compartilhada em Sepetiba.

1
O que o Velo-City vai deixar para a cidade?  

A Velo-City não vai deixar nada. Quando Crivella ficou sabendo do Velo-City queria até cancelar, só não fez isso pela multa que seria absurda. Mesmo que o evento fosse inclusivo e gratuito, teria outro problema: o público-alvo não foi atingido. Foi uma bela oportunidade de melhoria jogada fora. O evento foi contratado na época do Paes, em 2016, e estava na pasta da Secretaria de Transporte. Quando o governo mudou, o Crivella passou a pasta da Riotur, como se fosse um evento turístico, ou seja, pensando que geraria receita para a cidade – em hotelaria, no comércio, como vitrine. Mesmo sabendo disso, o prefeito não fez nada, não construiu vias e não conservou as existentes. Tudo lindo e maravilhoso, mas utópico, porque os ciclistas não estão sendo ouvidos. É um evento para inglês ver.

2
Crivella disse na abertura do evento que é “apaixonado pela bicicleta”. O que acha disso?

Ele nunca fez nada pelas ciclovias e não acredito que a bicicleta esteja nos planos da prefeitura.

3
Quem pagou os US$ 270 para a inscrição do Velo-City?

As pessoas das delegações internacionais, provavelmente. O pessoal da União Ciclística Internacional (UCI), mas é para falar sobre como a bicicleta é boa para a economia, meio-ambiente, saúde, discursos para provar ao governo que ele pode ter retorno. Em Copacabana são 19 mil entregas por dia feitas por bike. Imagina a quantidade de ICMS que está circulando, o desafogamento de trânsito? Então estamos tentando convencer o governo a investir em ciclovias, mas nada acontece.

4
Quais as alternativas para a violência no trânsito?  

A gente trabalha muito com educação no trânsito para as crianças, esperando que elas vão crescer conscientes dos seus deveres no trânsito, seja motorista, ciclista ou pedestre. E as campanhas são para os adultos, que não são educados, mas conscientizados. Eles só aprendem quando sentem no bolso ou perdem alguém da família.

5
Como mobilizar o poder público?  

Bicicleta é um tema que envolve todas as secretarias municipais: de Conservação e Meio-ambiente, de Obras, de Esporte, Transporte, Riotur… Esse tema deveria estar muito bem azeitado entre todas as secretarias, porque não adianta a de obras fazer uma reforma e não ter a conservação, a exemplo da ciclovia Niemeyer, que está toda deteriorada. Nosso trabalho é ajudar ao poder público a entender isso e nos atender. Quem está lá não entende tudo, então começamos a fazer esse trabalho e criamos uma parceria na época da gestão do Eduardo Paes e agora do Crivella. Nossa comissão é apartidária, mas existe diferença com relação ao Paes – ele sempre atendia aos nossos pedidos, já com o Crivella, não conseguimos nada.


Enviado por: Redação
12/06/2018 - 19:19

Se você quer arranjos nos tons verde e amarelo, pra chegar fazendo a fina na casa dos amigos nos jogos da Copa, a paisagista Nicole Tamborindeguy (My Bloom) cria – e entrega em qualquer endereço.


Enviado por: Lu Lacerda
12/06/2018 - 19:15

O Centro Cultural Banco do Brasil recebe a exposição Museu do Futebol na Área, a 4ª edição da mostra de cinema CINEfoot Extraordinário, ações especiais do CCBB Educativo. E mais: a transmissão das partidas do Brasil e da cerimônia de abertura, que acontece nesta quinta-feira (14/06), no foyer do cinema, no térreo.


Enviado por: Lu Lacerda
12/06/2018 - 19:14

O MetrôRio libera a partir desta quarta-feira (12/06), o embarque de passageiros com bicicletas dobráveis em todas as estações das linhas 1, 2 e 4, no último carro do trem, durante o horário de funcionamento, em todos os dias da semana.


Enviado por: Lu Lacerda
12/06/2018 - 19:11

O Oi Futuro e o Instituto Ekloos, que já capacitou mais de 5.000 empreendedores e mais de 400 ONGs e negócios de impacto social, lançam nesta quarta-feira (13/12) o Impulso, programa de aceleração social que vai selecionar negócios, organizações da sociedade civil, grupos culturais e coletivos do Rio que tenham como propósito transformar a sociedade por meio da cultura.


Enviado por: Lu Lacerda
12/06/2018 - 19:09

Nesta quarta-feira (13/12) vai ter uma ação em frente ao Ministério Público (MPRJ) pedindo ação no caso de Marielle Franco. Há três meses, a defensora de direitos humanos e seu motorista, Anderson Gomes, foram brutalmente assassinados no bairro do Estácio.


Enviado por: Lu Lacerda
12/06/2018 - 18:00

Cleo Pires: sensualidade com dignidade

coletiva-novela-o-tempo-nao-para-rede-globo-55

Cleo Pires na coletiva de “O tempo não para”, nova novela das sete da Globo: tem lobo embaixo dessa pele? Foto: Deividi Correa / AgNews

Se como mocinha ninguém deixa de olhar para Cleo Pires, imagina como vilã, como a atriz está vindo aí em “O tempo não para”, nova novela das sete da Globo, que estreia em julho, sucedendo a “Deus salve o Rei”. Na coletiva desta terça-feira (12/06), em São Paulo, ninguém deixou de olhar pra ela nem um minuto – e a atriz estava vestida dos pés à cabeça. Tem lobo embaixo dessa pele? Cleo é aquela que passa sensualidade-com-dignidade (se é que vocês me entendem…) como mostra a imagem!


Enviado por: Lu Lacerda
12/06/2018 - 16:30

Cafu assina camisa do Brasil para leilão beneficente

cafu-camisa-b

Cafu: ex-jogador autografa camisa da Seleção Brasileira para leilão do Instituto Horas da Vida /Foto: Reprodução

Em clima da Copa do Mundo, o instituto paulista Horas da Vida, criada pelos médicos João Paulo Ribeiro e Rubem Ariano (que oferecem serviços médicos para quem não pode pagar), vai fazer um leilão com objetos de grandes nomes do esporte no site da ONG até o dia 27 de junho. Estão lá na estante virtual, uma camisa da Seleção Brasileira da Copa do Mundo de 2018 autografada pelo ex-jogador Cafu, recordista de partidas pelo País com 149 disputas entre 1990 e 2006, além de bicampeão (em 1994 e 2002), a lance inicial de R$ 500; uma camiseta usada por Felipe Melo, do Palmeiras, durante a semifinal do Campeonato Paulista de 2018 contra o Santos e autografada por todo o time, a R$ 800; e também um par de luvas assinado por Rubens Barrichello, ex-piloto de Fórmula 1, atualmente na Stock Car, a lance inicial de R$ 400. Mais informações no site da Líder Leilões.


Enviado por: Redação
12/06/2018 - 15:37

“Sou a bicha mais velha desta cidade, mas estou no formol”.

 

Do produtor e empresário Cabbet Araújo, 44 anos, sobre a evolução da noite carioca – ele produz festas na ciadade há mais de 20 anos.


Enviado por: Redação
12/06/2018 - 15:21

Renata Araújo: roteiros personalizados

Foto de:

A jornalista Renata Araújo recebeu muitos amigos nessa segunda-feira (11/06), no Rubaiyat, no Jardim Botânico, para lançar roteiros personalizados do You Must Go, seu site de turismo, em parceria com a Travel Planner Marcella Maia. Renata sugere, de início, cinco minirroteiros com algumas das cidades preferidas no blog: Nova York, Paris, Roma, Lisboa e Madri, com dicas de hotéis, restaurantes e passeios.


Enviado por: Redação