29/06/2018 - 16:02

O show de stand up comedy “Os caras” entra em cartaz no Teatro dos Quatro, na Gávea, a partir desta segunda-feira (02/06). Helio de La Peña (aquele que sabe tudo de futebol) é convidado da sessão de estreia, às 20h.


Enviado por: Redação
29/06/2018 - 16:00

Carol Trentini: modelo vai soltar a voz em “PopStar”

carol-a

Carol Trentini: modelo vai soltar a voz no programa “PopStar”, da Rede Globo /Foto: Eduardo Rezende

A modelo Carol Trentini (WAY Model) vai ser uma das participantes da segunda temporada do programa “PopStar”, da Rede Globo, que estreia em setembro. O programa desafia artistas e personalidades de diferentes áreas a explorar habilidades musicais. “Eu cantava quando era bem pequena, no coral da minha cidade, Panambi. Depois disso, só de brincadeira!”. Eleita “ícone da moda mundial”, Trentini encarou o desafio e estará ao lado de nomes, como Fafy Siqueira, Renata Capucci e Samantha Schmutz. “Sou eclética, mas amo música nacional. Sou fã de Marisa Monte, Ana Carolina e Maria Gadú”, afirma a gaúcha. Do alto de seu 1.80m, Trentini é mãe de 2 filhos e comemora 15 anos de sua bem-sucedida carreira: trabalhou para as mais importantes grifes do mundo e desfilou recentemente para a Versace, ao lado de Cindy Crawford, Naomi Campbell e Carla Bruni.


Enviado por: Redação
29/06/2018 - 15:36

O Instituto Moreira Salles, na Gávea, exibe “Garoto cósmico”, primeiro longa de Alê Abreu, diretor de “O menino e o mundo”. A sessão acontece neste sábado (30/07), às 14h.


Enviado por: Redação
29/06/2018 - 15:00

Prefeitura republica tombamento da fábrica Bhering

bhering_2

Antiga Fábrica Bhering: prefeitura republica tombamento de prédio em Santo Cristo /Foto: Reprodução

Por uma incorreção na publicação de 27 de abril, o Diário Oficial desta sexta-feira (29/06) traz a republicação do decreto do prefeito Marcelo Crivella, que tomba definitivamente o prédio da antiga fábrica de Chocolates Bhering, em Santo Cristo. Fundada em 1934, o local ficou abandonado por mais de duas décadas até 12 anos atrás, quando artistas e comerciantes passaram a ocupar o prédio, pagando aluguel ao proprietário, mas chegou a ser motivo de uma disputa judicial e ir a leilão, mas a venda acabou impugnada e a prefeitura pediu, em 2012, o tombamento provisório do imóvel e foi transformada em patrimônio histórico e cultural da cidade. Também foram tombados o maquinário, importado da Inglaterra, a torre do relógio, a escadaria de ferro e a chaminé.


Enviado por: Redação
29/06/2018 - 13:42

Nesta sexta-feira (29/06), às 19h, o Parque Lage, no Jardim Botânico, organiza uma virada de mais de 12 horas de duração, com exibição de nove filmes. O evento, aberto ao público, conta com o antropólogo Eduardo Viveiros de Castro, a crítica de cinema Andrea Ormond, a pesquisadora e ativista Alana Moraes e o filósofo Rodrigo Nunes para um debate durante as sessões.


Enviado por: Redação
29/06/2018 - 13:30

Wagner Carvalho: 30 anos fotografando artistas

wagenr-rosa-leona-rodrigo-e-mauro

monique-e-wagner

wagner-e-ruth

“Somos Todos Artistas”: na primeira foto, Wagner Carvalho com Rosamaria Murtinho, Leona Cavalli, Mauro Mendonça e Rodrigo Mendonça; na segunda, o bolo temático do fotógrafo clicando Monique Evans na praia de Ipanema; na terceira, Wagner Carvalho com a atriz Ruth de Souza /Fotos: AG.News

O fotógrafo carioca Wagner Carvalho – um dos primeiros paparazzi do Brasil – ficou emocionado com a abertura da mostra “Somos Todos Artistas” nessa quinta-feira (28/06), na Galeria Fórum de Ipanema. “Fico feliz por ter sido um dos precursores, nos anos 90, só existiam três ou quatro paparazzi no Rio. Fiz fotos de vários astros internacionais, como Rihanna e Al Pacino”, dsse Wagner. Os corredores da galeria ficaram lotados – a família Mendonça foi em peso: Mauro, Rosamaria Murtinho e o filho Rodrigo, todos retratados por Wagner, assim como Ruth de Souza, Leona Cavalli e tantos outros amigos clicados pelo profissional em 30 anos de carreira. Aliás, teve até bolo temático, com um bonequinho tirando foto de Monique Evans fazendo topless na década de 80 na praia de Ipanema – onde tudo começou.


Enviado por: Redação
29/06/2018 - 12:40

As donas do maior bem entre todos: o tempo

1-heckel-verri-e-narcisa-tamborindeguy-e-marcia-verissimo

marcia-b

2-alexandre-ibitinga-carol-rajao-paloma-perdigao-e-marcia-verissimo

3-carla-pimentel-raquel-verri-e-teca-simoes

Aniversário Marcia Verissimo: na primeira foto, Heckel Verri, Narcisa Tamborindeguy e Marcia Verissimo; na segunda, Cristine Ferracciu com Ana Lucia Azevedo Antunes e Marcia Verissimo com Paula Severiano Ribeiro; na terceira, Alexandre Ibitinga, ex-marido da aniversariante, Carol Rajão, Paloma Perdigão e Marcia Verissimo; na quarta, Carla Pimentel, Raquel Verri e Teca Simões /Fotos: Miguel Sá

A mulherada não resiste aos convites da promotora de eventos Marcia Verissimo: seja no profissional, seja no pessoal, como aconteceu nessa quinta-feira (28/06), em almoço no Gávea Golf. Dezenas delas estavam lá alegres, grifadas, perfumadas, bem-humoradas. De homens, poucos convidados, incluindo aí o empresário Alexandre Ibitinga, ex-marido e atual melhor amigo. Nesse clima “minha-bolsa-minha-foto é o que há de mais importante nesta vida”, foi animação por horas e horas. E, na maioria, o maior bem entre todos: tempo livre. Quem não sonha?


Enviado por: Lu Lacerda
29/06/2018 - 11:30

Teatro, por Claudia Chaves: “As Ondas ou Uma Autópsia”

AS ONDAS 3 - DNG

A palavra onda pode ter alguns significados: algo que quebra, que é bravo, que se surfa, que é legal. Porém, nos movimentos das marés, é que se conta o tempo. Em “As Ondas”, de Virginia Woolf, romance-poema escrito em 1931, a trama é a descrição da vidas de seis amigos, do nascer do sol até seu poente, formando as ondas que influem na vida das pessoas. A adaptação de Gabriel Miziara, “As Ondas ou Uma Autópsia”, no Teatro Poeira, aprofunda essa questão.

Miziara realiza um espetáculo no qual existe uma opção clara de trazer para o hoje o que Virginia falava no começo do século. Assim, o jogo de luz nas projeções e recursos visuais, inspirados na poética de Olafur Eliasson, equivale ao encontro/desencontro das palavras do texto original para mostrar a força da morte em oposição à vida.

AS ONDAS 4 - DNG

Segundo Miziara, na encenação, o corpo de estudo é o romance, e cada incisão, o olhar de cada personagem sobre a morte, seja ela metafórica, seja real. “A peça é um corpo aberto, uma anatomia poética mapeada, que busca a expressão mais fiel da dimensão íntima dessas personagens em suas experiências com a morte”, completa Gabriel.

Se a trama original fala de um encontro de amigos durante um dia, para ver o movimento de vai e vem – o que chega mais perto, o que se afasta, tudo é coletivo. A visão de cada amigo é que forma o sentido. E dessa forma, criando um coletivo de criação de provocadores, André Guerreiro Lopes, Carolina Fabri, Cássio Pires, Elias Andreato, Fause Haten, Malú Bazan, Sônia Machado de Azevedo, Patrícia Leonardelli, a peça consegue impactar pela criatividade.

Serviço:
Teatro Poeira
De sexta a sábado, às 21h
Domingos às 19h

tarja-claudiachaves


Enviado por: Redação
29/06/2018 - 10:43

Vanessa da Mata faz show neste sábado (30/06), às 21h, no Centro Cultural João Nogueira, no Méier. No repertório, músicas do seu novo CD, “Caixinha de Música”.


Enviado por: Redação
29/06/2018 - 09:30

O saxofonista Edgar Duvivivier se apresenta no clube Manouche, no Jardim Botânico, nesta terça-feira (03/07), às 21h.


Enviado por: Redação
Página 2 de 3112345102030Última »