30/06/2018 - 14:00

De Próprio Punho, por Natalie Klein: “Encarar o Brasil de volta”

natalie-klein-a

“Estou de malas prontas para voltar pro Brasil; claro, com frio na barriga. Resolvi fazer uma pausa sabática na minha vida, depois de 18 anos com a barriga no balcão (literalmente); achei que eu precisava de um tempo. Hoje, a gente recicla tudo (copos, papéis, sacolas…), mas pouca gente se recicla. E essa foi uma das razões para encarar a pausa. Precisava ampliar repertório, aprender temas novos, pessoas diferentes e sair da minha rotina que, às vezes, era massacrante. Precisava também me dedicar a ser mãe em tempo integral. Encaramos – eu, meu marido, Tufi, e nossos dois filhos – dois anos em Nova York, a ilha mais misturada do universo. Pra mim, vários temas familiares não podem ser só discurso que acontece na hora do jantar.

Precisava que meus filhos vivenciassem de verdade a diversidade, ampliassem seus horizontes e saíssem um pouco dessa bolha, em que a gente inevitavelmente vive no Brasil. Foram dois anos de ajuste de bússola. Procurei meu norte verdadeiro (recentemente, li o livro “Finding your true north”, do Bill George). Agora, o desafio é voltar ao meu mundo real, mas sendo uma nova Natalie – dei-me o luxo de usar meu tempo para aprender. Terminei meu OPM em Harvard, fiz cursos de finanças, marketing on line, liderança, e flertei com temas, tais como aromaterapia, acupuntura, yoga, meditação transcendental, alimentação e, por fim, aprendi a cozinhar.

Com 40 anos, todo mundo precisa de uma pausa, senão corre-se o risco de ter crenças e preconceitos errados por toda a vida. Meu avô Samuel já dizia: “O homem inteligente muda de ideias”. Eu fui atrás disso. Volto feliz. Meus filhos experimentaram a verdadeira sensação de pertencimento à aldeia global; entenderam que o mundo tá cheio de gente diferente de nós, mas que, no fundo, somos todos iguais. Eles são a geração que vai mudar o mundo, e minha missão é formá-los para que mudem na direção certa. Estamos prontos pra encarar o Brasil de volta, com todos os problemas que a gente já conhece, mas que ainda continua sendo a nossa terra, onde temos fincadas nossas raízes bem profundas. Afinal, nossa casa é onde nosso coração está.”

Natalie Klein é empresária de moda, dona da NK Store. 


Enviado por: Redação
30/06/2018 - 12:30

Bom pra cachorro: sessão se cinema em SP

pet-gianne

pet-lucy-alves

pet-mylla-e-vida

“#MelhorJuntos”: na primeira foto, Gianne Albertoni e seu amigo Augusto; na segunda, Lucy Alves com dois peludos convidados da sessão; na terceira, Mylla Christie com Vida /Fotos: Deividi Correa/AG.New

Que tal levar seu cão ao cinema? Foi o que Gianne Albertoni, Mylla Christie e Lucy Ramos fizeram na manhã deste sábado (30/06), no Kinoplex do Itaim Bibi, em São Paulo. A ação foi a primeira de uma série de iniciativas da Nestlé Purina para que os animais de estimação sejam bem-vindos em mais espaços públicos, como parte da campanha “#MelhorJuntos”. Augusto, o vira-latas adotado por Gianne no ano passado, fez bonito durante a exibição da animação “Os Incríveis 2” e ficou quietinho ao lado da dona.

As ações do movimento, que vai chegar ao Rio e rodar o País, também incluem o apoio ao “Guia Pet Friendly”, escrito por Cris Berger, em que é possível encontrar lugares paulistanos que aceitam os peludos como parte da família. Segundo dados do IBGE, praticamente metade das casas têm animais: são cerca de 50 milhões de cães e 20 milhões de gatos, o que faz do Brasil o terceiro País em população pet do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e China.


Enviado por: Redação
30/06/2018 - 11:27

O Ganjah, na Lapa, vai ter programação especial para esta segunda-feira (02/06) de jogo Brasil X México, com café da manhã a partir das 10h e partida passando no telão.


Enviado por: Redação
30/06/2018 - 11:08

Inspirado na Copa do Mundo, o Midrash Centro Cultural, no Leblon, vai fazer uma festa russa na próxima quinta-feira (05/06), com show de músicas soviéticas cantadas por Elena Gaissionok, nascida em Moscou, e que trouxe para o Rio a técnica russa de fala cênica e um método russo inédito na América Latina.

 


Enviado por: Redação
30/06/2018 - 11:00

Neymar: craque doa objetos para artista francês

neymar-fone-fred-allard

fred-allard

Neymar doou o fone com a bandeira do Brasil para o artista Fred Allard criar uma escultura em homenagem ao craque; na foto acima, o artista com outras “bolsas” da mostra /Fotos: Reprodução

Neymar doou alguns itens pessoais, como um fone de ouvido com a bandeira do Brasil, para o artista plástico francês Fred Allard, para uma das esculturas da exposição “The Bags” (“As Bolsas”), que será inaugurada depois da Copa do Mundo, na Galeries Bartoux, na Champs-Élysées, em Paris. São várias “bolsas” cheias de objetos – geralmente com nomes de grifes famosas (a de Neymar é a Louis Vuitton) misturadas a flores, latas de refrigerante, ícones da cultura pop e muita cor – cobertos por uma resina transparente e cristalizados à mão pelo artista. “É uma crítica à sociedade de consumo em massa, em que produtos industriais e mundiais ditam nosso gosto, comportamento e nossa própria identidade – quando as compras tornam-se uma necessidade, uma obrigação, um símbolo de status”, disse Fred. A escultura de Neymar é a única em alusão ao Brasil.


Enviado por: Redação
30/06/2018 - 10:52

Na próxima quinta-feira (05/07), “Festa Elas“, no Terraço Lagoa, no Complexo Lagoon. Na noitada, a mulherada tem um espaço só pra elas.


Enviado por: Redação