09/04/2018 - 19:51

O adeus de Marly Indio da Costa

marly

Marly Indio da Costa: a Missa de Sétimo Dia de Marly Indio da Costa é nesta terça-feira (10/03), às 18h, na Igreja das Irmãs Clarissas, na Rua do Jequitibá, 41, Gávea / Foto: arquivo Site Lu Lacerda

A Missa de Sétimo Dia de Marly Indio da Costa é nesta terça-feira (10/03), às 18h, na Igreja das Irmãs Clarissas, na Rua do Jequitibá, 41, Gávea. Marly, tão querida entre seus contemporâneos quanto na geração dos filhos, Luis Felippe Júnior, Taciana e Luis Octavio, sofria da doença de Alzheimer há alguns anos, ausentando-se desde então de eventos importantes no Rio, cidade em que sempre foi grande anfitriã, ao lado do marido, Luis Felippe Indio da Costa. Marly, por exemplo, foi quem primeiro levou as escolas de sampa para os grandes salões cariocas (quando ninguém jamais pensava nisso). Sempre teve atitudes assim, à frente. Entre as mensagens publicadas, a da jornalista Rosângela Azeredo, sua afilhada, retrata bem seu perfil, segundo a opinião de amigos: “Marly Indio da Costa foi das pessoas mais lindas, suaves e carinhosas que conheci. Deixava um rastro de beleza e generosidade por onde passava”. Deixa também, além dos três filhos, seis netos e as melhores lembranças de quem a conheceu.


Enviado por: Lu Lacerda
09/04/2018 - 18:50

Max Lisboa: músico é ameaçado por defender Lula

max-lisboa-diogo-a

Max Lisboa: músico sofre ameaça de “gerente” de restaurante por expor seu ponto de vista político em BH /Foto: Reprodução Facebook (MaxLisboaOfficial)

Sabemos que, no Brasil, o radicalismo – seja religioso, político, racial ou de gênero – tem imperado nesses tempos intolerantes. Nesse sábado (07/04), o músico mineiro Max Lisboa, que morou por 10 anos em Portugal e voltou ao País em 2014, foi contratado para se apresentar no restaurante Pop & Kid, na Praça Sete, em Belo Horizonte. Ao chegar, segundo o artista, foi recebido assim pelo gerente Nelson: “Um homem de cabelo tingido e olhos azuis postiços disse que iria cortar meus ridículos rastafári. Comecei o show e, no intervalo, a provocação continuou, com ele me perguntando se eu estava feliz com a prisão de Lula. Respondi que Lula não poderia estar preso desde que eu estivesse livre, pois eu sou Lula”, descreveu Max, deixando bem claro seu ponto de vista político. “Ele disse que se eu fosse Lula, jamais iria tocar novamente no restaurante, enquanto ele fosse gerente. Chamei-o de babaca, peguei meu cachê e disse que o processaria. O cenário brasileiro é esse”, diz Max.

E finaliza: “Estou me sentindo muito humilhado e triste. É deprimente estar sendo colocado em xeque por posição política”. Nesta segunda-feira (09/04) à noite, Max vai buscar soluções para saber como agir no Sindicato dos Músicos Profissionais de Belo Horizonte. Leandro Câmara, um dos sócios do Pop & Kid, pediu desculpas ao músico. “Ficamos muito tristes com o seu relato e muito preocupados com a atitude do Nelson, que não é o gerente da casa; estava cobrindo férias do encarregado da noite. Nelson já não está mais no cargo. Vamos corrigir tal posicionamento, pois está totalmente contrário aos nossos ideais. Como estabelecimento público, nossa posição é apartidária e não falamos de política. O respeito à diferença de posicionamentos, crenças e raças faz parte da nossa história de 26 anos.”


Enviado por: Redação
09/04/2018 - 17:20

João Knorr: brasileiro de Panambi arrasando nos desfiles internacionais

joao-knorr-dg-mens-alta-sartoria-ss-18_

João Knorr: o gaúcho de 17 anos desfilou para Dolce & Gabbana em Nova York, tendo ao fundo, Liza Minnelli cantando “New York, New York” /Foto: Divulgação

A Dolce & Gabbana fez três dias de desfiles e festas em Nova York, nesse último fim de semana. Um dos modelos do desfile da coleção masculina Alta Sartoria, no sábado (07/04), foi o gaúcho João Knorr (Joy Model), no Rainbow Room do Rockefeller Center. Detalhe: o desfile teve como atração musical Liza Minnelli cantando “New York, New York” ao vivo, acompanhada de uma orquestra. Natural de Panambi, no Rio Grande do Sul, o modelo de 17 anos era jogador de vôlei e tênis profissionais e chegou a integrar as seleções gaúchas. Atualmente, o menino alto (1,86 metros), sarado e de olhos azuis é um dos mais requisitados. Recentemente, ele abriu o desfile da Versace, em Milão. No Brasil, foi recordista de desfiles da última temporada da São Paulo Fashion Week.


Enviado por: Redação
09/04/2018 - 16:09

O artista sueco Ulf Lindell apresenta, a partir desta quarta-feira (11/04), sua quarta exposição no Rio, a “Símbolos”. A mostra, no Centro de Arte Maria Teresa Vieira, conta com 12 trabalhos, incluindo algumas feitas em técnica mista sobre alumínio e pintura sobre tela.


Enviado por: Redação
09/04/2018 - 16:00

Cinema em Paris: brasileiros na exibição do longa de Héctor Babenco

Hitachi social innovation forum

Hitachi social innovation forum

Nas fotos, as atrizes Maria Fernanda Cândido e Barbara Paes e o ministro conselheiro do Brasil na França, Pedro Saldanha, durante o Festival de Cinema Brasileiro de Paris, no Cinema L’Arlequin, para exibição do filme “Meu Amigo Hindu” / Fotos: Vivian Camnhi

A atrizes Maria Fernanda Cândido e Barbara Paes, acompanhadas do ministro conselheiro do Brasil na França, Pedro Saldanha, estiveram no Festival de Cinema Brasileiro de Paris, no Cinema L’Arlequin, nesse domingo (08/04). Ambas estão no elenco do filme “Meu Amigo Hindu“, lançado em 2015 e ali mostrado, além de Ary Fontoura, Dan Stulbach e o americano William Dafoe. A direção é de Héctor Babenco, morto em 2016, deixando arrasada grande parte da cultura brasileira. Não estava ali à vista, mas muitos só pensavam nele.

Nesta edição, o festival comemora duas décadas e montou uma programação com mais de 30 filmes, exibidos até esta terça-feira (10/04). “O Festival é sempre um momento de troca entre os convidados e os espectadores parisienses. Tive a sorte de trabalhar e formar jovens durante todos esses anos; então é um prazer enorme chegar aos nossos 20 anos!”, disse Katia Adler, diretora do festival.


Enviado por: Redação
09/04/2018 - 15:28

O estilista paulistano Ricardo Almeida inaugura sua primeira loja feminina no Rio, no Village Mall, nesta segunda-feira (9/04).


Enviado por: Redação
09/04/2018 - 15:20

“Adote uma peruca”: ONG faz campanha de financiamento coletivo

cabelegria-a

“ONG Cabelegria”: campanha pretende arrecadar R$ 50 mil para confeccionar perucas para pessoas com câncer de todo o País /Foto: Divulgação

A ONG Cabelegria, que doa gratuitamente perucas para pessoas com câncer no Brasil inteiro, lança a campanha “Adote uma peruca”, nesta segunda-feira (09/04), pelo site de financiamento coletivo Kickante, com o objetivo de arrecadar R$ 50 mil em três meses. Com o dinheiro, a ONG pretende produzir 500 perucas. Desde sua criação, em 2013, a organização recebeu mais de 100 mil doações de fios de cabelo, e hoje tem um estoque de duas toneladas, mas precisa investir em mão de obra para transformá-las em perucas. “Recebemos muito material, mas as doações financeiras não atingem essa mesma demanda. Hoje fazemos cerca de 300 unidades por mês, mas queremos duplicar esse número e conseguir devolver autoestima às pacientes. É inexplicável a emoção que sentimos quando uma pessoa recebe sua peruca, geralmente com os cabelos no comprimento e cor semelhantes ao que eram”, diz Mariana Robrahn, fundadora da ONG. Sem sede própria nem fila de espera, a Cabelegria envia os pedidos gratuitamente por Sedex ou em ações em várias capitais brasileiras. Informações pelo site da ONG.


Enviado por: Redação
09/04/2018 - 14:00

“Admirável Música Nova”: festival faz “mistureba” de estilos

tulipa-e-grupo-b

A PianOrquestra, ao lado de Tulipa Ruiz, canta clássicos da MPB no primeiro dia do “Festival Admirável Música Nova”, neste fim de semana (13 e 14/04) / Foto: Divulgação

Encontros surpreendentes a preços populares – essa é a proposta do “Festival Admirável Música Nova” que chega ao Rio nos dias 13 e 14 de abril, no estacionamento do CCBB. Cláudio Dauelsberg, curador do evento, selecionou a dedo as atrações e acredita que o público vai aprovar os encontros. “São artistas queridos pelo público que compartilham da ideia de se apresentarem dentro de um novo contexto, em novas experiências e ampliar conceitos estéticos em busca inovação”, diz ele.

No primeiro dia, show de PianOrquestra ao lado de Tulipa Ruiz cantando clássicos da MPB – quatro pianistas, uma percussionista e um piano preparado para receber 10 mãos simultaneamente (eles transformam o instrumento inteiro para dar os efeitos percussivos), e Ed Motta com a francesa Camille Bertault, que passou o verão no Brasil, apresentando-se em várias cidades. Esse promete muito suingue e extensão vocal das melhores de ambos os cantores. No dia seguinte, Vitor Araújo e Wladimir Gasper – o primeiro, tem influências em Villa-Lobos, Luiz Gonzaga, Björk e Radiohead; o segundo, alterego do músico Pedro Bernardes, que cria seus próprios sons ao vivo, utilizando diversos instrumentos. E também Craca e Dani Nega – do produtor Felipe Julián com a atriz e MC Dani – recebendo BNegão, que certamente vão misturar experiências musicais com ativismo sociopolítico.


Enviado por: Redação
09/04/2018 - 13:00

Nadador Luiz Lima: casa revirada por bandidos na Barra

luiz-lima-a

luiz-lima-d

Luiz Lima: nadador teve o apartamento invadido na Barra nesse domingo (08/04) /Fotos: Reprodução Instagram

O nadador e treinador de maratona aquática Luiz Lima teve uma surpresa nesse domingo (08/04), ao voltar pra  casa, na Barra, depois de um almoço com a mulher, Milene Comini: estava tudo revirado por bandidos. O atleta postou um vídeo em sua página no Facebook, mostrando armários e gavetas abertos, contando também que os ladrões levaram dinheiro, relógios, passaporte e outros objetos. “Dia de Rio. A bandidagem não tem limite: entra, arrebenta e comete o crime. Minha casa, num condomínio da Barra, foi furtada; até medalhas que não possuem valor material, mas sentimental, foram levadas. Minha filha (Luiza) não quis dormir em casa. E agora? Vamos tomar as devidas providências para tentar aumentar nossa segurança. Se eu posso dar algum conselho, seria: tomem providências antes de acontecer”, escreveu ele.

Luiz participou de mundiais e das Olimpíadas de Atlanta (1996) e Sydney (2000), nas provas de 400, 800 e 1.500 metros; foi, também, secretário nacional de Esportes de Alto Rendimento entre 2016 e 2017, além de fundador e técnico da mais importante equipe de águas abertas do País, a LL Gladiadores, no Posto 6, em Copacabana, além de comentarista da SporTV.


Enviado por: Redação
09/04/2018 - 12:30

Trio parada dura: José, João e Francisco Gil juntos no palco

colagem-sem-titulo

Francisco Gil, José Gil e João Gil tocam pela primeira vez juntos sem a Banda Sinara / Fotos: Reprodução do Instagram

O Dumont Arte Bar, antiga Casa da Gávea, inaugurado no fim do ano passado, está com uma agenda de artistas bem cariocas. Alguns, muito jovens como o Chico Chico, fillho de Cássia Eller, que acaba de fazer show ali. O próximo vai ser José Gil com os sobrinhos João e Francisco, filhos da Nara e Preta, respectivamente, dia 19 de abril. É a primeira vez que os três se apresentam juntos sem ser coim o show da banda Sinara, que além do trio, ainda conta com o compositor e vocalista Luthuli Ayodele, e o pernambucano Magno Brito no baixo. É a nova geração Gil crescendo e os novos talentos aparecendo. O Dumont Arte Bar tem João Lins entre os sócios e Luciano Strazzer como curador musical, ambos muito dedicados.


Enviado por: Redação
Página 1 de 212