14/02/2018 - 18:20

Recife: festa LGBT fecha programação carnavalesca

"The Week on the Road": Carla Bensoussan, DJ Leandro Becker e Flávio Marques /Foto: Divulgação

“The Week on the Road”: Carla Bensoussan, DJ Leandro Becker e Flávio Marques /Foto: Divulgação

O carnaval do Recife não é feito só de marchinhas e frevos. Nessa terça-feira (13/02), o público LGBT ganhou uma festa pra chamar de sua com a turnê “The Week on The Road” – da famosa boate paulista, que tem filiais no Rio e Florianópolis -, no clube Catamaran. O evento, de Carla Bensoussan, Flávio Marques e André Almada, foi como uma despedida de carnaval – se isso for mesmo possível no Nordeste – e começou no fim da tarde e só terminou ao amanhecer, às margens do Cais José Estelita. Entre as atrações, o DJ espanhol Anthony May, Leandro Becker e Las Bibas From Vizcaya.


Enviado por: Redação
14/02/2018 - 17:40

Crítica social: a grande campeã do carnaval carioca

beija-flor-enzo

beija-flor-neguinho

beija-flor-jojo

Na primeira foto, Enzo Celulari beija a camisa da sua escola de coração; na segunda, Neguinho da Beija-Flor carrega o troféu de campeã; na última, Jojo Toddynho, que desfilou pela escola comemorou o título na Sapucaí /Fotos: AG.News

A Beija-Flor é a grande campeã do carnaval carioca, anunciada nesta quarta-feira (14/02), no Sambódromo. A última escola a desfilar pelo Grupo Especial levou à avenida um “carnaval de protestos” com o enredo “Monstro é Aquele que não Sabe Amar – Os Filhos Abandonados da Pátria que os Pariu”, um paralelo entre a obra Frankenstein, de Mary Shelley, que está completando 200 anos, e a história do Brasil. A agremiação de Nilópolis cantou a corrupção, a violência, a intolerância religiosa e outros problemas sociais. “Nosso enredo sobre a situação do país chamou atenção e foi muito bem aceito. Estou de alma lavada”, disse Neguinho da Beija-Flor. Jojo Toddynho, que desfilou como destaque num carro representando a paz, foi para a apuração usando uma pochete com a frase “Que tiro foi esse”, sua música-chiclete, e comemorou com os integrantes da escola. “Este é o tiro da Beija-Flor”, brincou.

Outro que estava roendo as unhas enquanto aguardava o resultado foi Enzo Celulari, filho de Edson Celulari e Cláudia Raia, que saiu na diretoria da azul e branco. Claudia desfilou como madrinha de bateria, fantasiada de estrela guia. No dia do desfile ela disse: “Venho como estrela-guia abençoando o Brasil para que a gente se renove e saia desse buraco. Infelizmente um samba que é o hino do lamento. A gente não queria estar falando disso, mas já que é assim, que sirva como alerta, como uma luz para a gente saber o que fazer a partir de agora”.

A grande surpresa foi o vice-campeonato da Paraíso do Tuiuti, que no ano passado viu um de seus carros alegóricos causar um grave acidente na Sapucaí. O enredo “Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão?” contou a história dos 130 anos da Lei Áurea, mas também fez uma crítica política à reforma trabalhista aprovada pelo Congresso, ironizou manifestantes que pediram o impeachment de Dilma Rousseff e, no último carro alegórico, apresentou um presidente-vampiro em referência a Michel Temer. “O sonho foi maravilhoso. Nosso desfile mais ainda! Eu acho que acabamos com o preconceito de ‘bandeira presa’. Tuiuti, sim! É escola grande, vão ter que respeitar nossa história! Somos campeões do povo!”, escreveu a escola no Twitter.


Enviado por: Redação
14/02/2018 - 16:20

O baile de Malu Barretto e Pedro Igor Alcântara: inspirados

Foto de:

Mesmo com muita gente morta na terça de carnaval, poucos resistem ao Baile da Arara, criado por Malu Barretto e Pedro Igor Alcântara, há três anos, sempre numa casa em Santa Teresa. O nome da festa este ano foi “Um Bonde Chamado Samba“, com decoração do cenógrafo francês Jean Michel Ruis e sugestão de surrealismo tropical para o figurino. O baile da Arara se inspira em bailes mais, digamos, com clima de eternos, com música antiga e samba, nada de axé, frevo ou baticumbum. Paula Lavigne apresenta a tradicional roda de samba de Pretinho da Serrinha, com participação de Mart’nalia e Teresa Cristina, que agrada tanto a brasileiros quanto a estrangeiros. Em cena, de Lea T, com peitos à mostra, a Rodrigo Santoro (de árabe?); de João de Orleans e Bragança e Vik Muniz, irreconhecíveís, a Sabrina Sato pilhadíssima (apesar dos tantos desfiles). Qualquer coisa que não seja sensualidade, beleza, animação, purpurina e “otras cositas más”, sempre imprescindíveis nessas ocasiões, tem rara importância. Você pode adorar essas fotos.


Enviado por: Lu Lacerda
14/02/2018 - 15:45

Giba e Emanuel Rego: jogo de vôlei na neve

Giba (de azul) joga com a coreana Kim Yeon-Koung contra o time de Emanuel /Foto: Kim Hong-Ji/Reuters

Giba (de azul) joga com a coreana Kim Yeon-Koung contra o time de Emanuel /Foto: Kim Hong-Ji/Reuters

Giba e Emanuel Rego, dois dos principais nomes do vôlei brasileiro, participaram da partida de exibição de vôlei na neve na cidade sul-coreana de PeyongChang, sede da Olimpíada de Inverno, nesta quarta-feira (14/02). A inciativa foi da Federação Internacional de Vôlei (Fivb) para promover a modalidade, já bastante praticada na Europa – o objetivo é tentar emplacar o esporte nas próximas Olimpíadas. Quem apareceu para colocar a bola em jogo foi o príncipe Albert de Mônaco, mas ficou apenas por 30 segundos no local, segundo o Daily Mail. Perguntado qual era a diferença entre a praia e o gelo, Emanuel respondeu: “É quase o mesmo que o vôlei de praia. Mesmas regras, apenas mais frias”. Giba concordou: “É como se mover na areia, mas é neve. Esse é um jogo incrível que precisamos promover”. Além dos campeões brasileiros, estiveram no evento o ex-jogador sérvio Vladimir Grbic (campeão olímpico em Sydney 2000), a chinesa Xue Chen (campeã mundial de vôlei de praia), a coreana Kim Yeon-Koung (campeã asiática), e os austríacos Stefanie Schwaiger (campeã europeia de vôlei de praia) e Nikolas Berger (campeão europeu de vôlei de praia).


Enviado por: Redação
14/02/2018 - 15:00

Dom Orani Tempesta: mensagem contra a violência no Rio

Dom Orani Tempesta: mensagem de paz ao Rio no texto sobre Campanha da Fraternidade / Foto: Arquivo Site Lu Lacerda

Dom Orani Tempesta: mensagem de paz ao Rio no texto sobre Campanha da Fraternidade / Foto: Arquivo Site Lu Lacerda

Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio, vai lançar a campanha “Fraternidade e superação da violência”, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), durante a missa nesta Quarta-feira de Cinzas, às 18h, na Catedral São Sebastião, no Centro do Rio. No texto, o cardeal defende a necessidade de acompanhar e reivindicar políticas públicas contra a violência. “Nós sofremos e estamos quase estarrecidos com tanta violência. Em nossa cidade se visibiliza tantas guerras e confrontos que chamam a atenção do mundo. A segurança tornou-se uma das principais realidades a serem discutidas e tem inspirado diversas formas de políticas públicas”, diz o texto.

O carnaval na cidade foi marcado por cenas de terror – na Praia de Ipanema, bandidos fizeram três arrastões na altura do Posto 8 no sábado (09/02) e no domingo (10/02) com vários estrangeiros como vítimas; na segunda (11/02), a Delegacia de Atendimento ao Turista registrou 26 ocorrências em apenas oito horas; e por aí vai. O Papa Francisco enviou uma mensagem aos brasileiros pela Campanha da Fraternidade – o texto foi divulgado nesta quarta-feira (14/02) pelo Vaticano. Num trecho, ele diz: “Sejamos protagonistas na luta contra a violência e construtores da paz. São pequenos gestos de respeito, de escuta, de diálogo, de silêncio, de afeto, de acolhida, de integração, que criam espaços onde se respira a fraternidade”.


Enviado por: Redação
14/02/2018 - 14:30

Cinco perguntas para Rita Fernandes (presidente da Sebastiana)

unnamed-2

Rita Fernandes, presidente do Sebastiana, associação dos Blocos do Rio, comenta, sobre o carnaval, a falta de apoio da Prefeitura, providências arbitrárias, ausência do prefeito e o que pode ser feito para melhorar. Rita é, cada vez mais, um personagem forte do carnaval carioca: a recém- criada Casa Bloco, que funcionou durante todo o carnaval na Casa França-Brasil, também foi projeto dela, fazendo intercâmbio entre carnavais do Rio, de Pernambuco, da Bahia e de Brasília, além de shows, bailes, oficinas, exposições etc. Leia seu pequeno balanço do carnaval

1
Falemos sobre o carnaval

A Prefeitura não entendeu que um carnaval com essa dimensão não pode funcionar sem apoio, precisa ser compartilhado, não podemos fazer um carnaval sozinhos. A Prefeitura anterior (Eduardo Paes) avançou e mudou o carnaval de patamar; a atual toma providências arbitrárias; um órgão público não pode agir assim. Estamos tomando porrada de todo lado, e nossa generosidade tem limite – começamos a apanhar demais. A Prefeitura do Marcelo Crivella não está ajudando; nessa gestão, nada veio para somar.

2
Providências arbitrárias? Poderia citar algum caso específico?

Por exemplo, a mudança do Simpatia É Quase Amor, da Praça General Osório para a primeira quadra da Teixeira de Mello, ficamos apreensivos, embolou e deu tudo errado. Podiam ter nos chamado pra conversar. Não pode ter a decisão de um órgão público sem falar com os blocos.

3
O que poderia ser feito para melhorar?

Temos de trabalhar em conjunto: a Sebastiana e a Prefeitura. Que não gostamos um do outro, nem eles da gente nem a gente deles, todo mundo sabe. É preciso encontrar o lugar do diálogo, um jeito de trabalhar juntos. As decisões e os decretos dessa Prefeitura mostram que existe um direcionamento político e religioso.

4
Muitos moradores dos bairros da Zona Sul reclamam muito do xixi, da sujeira e barulho dos foliões que frequentam os blocos (sem falar na violência), passando do limite. Qual a resposta da Sebastiana para esses moradores?

Xixi e sujeira demonstram a total ausência do poder público. Infelizmente não houve banheiro e organização suficiente por parte da Prefeitura. Mas com um prefeito que sai da cidade no carnaval, que é o maior evento de todos, não podemos esperar mais nada. Abandono total, percebido mais do que tudo na violência que invadiu as ruas.

5
Marcelo Alves, da Riotur, chegou a dizer que eles estavam tranquilos. E vocês, estão tranquilos?

Sobre estarmos tranquilos, estamos em relação à nossa capacidade de fazer carnaval. Os blocos fazem independente da Prefeitura porque o carnaval em si mesmo é um evento de paz. Isso não quer dizer que não precisamos da Prefeitura para nos apoiar. Precisamos e muito. Mas não vamos deixar de fazer se eles não vierem conosco.


Enviado por: Lu Lacerda
14/02/2018 - 14:00

Sapucaí: calor e álcool foram os “vilões” do carnaval

Calor e álcool: os motivos pelos atendimentos médicos  na Sapucaí /Foto: Divulgação

Calor e álcool: os motivos pelos atendimentos médicos na Sapucaí /Foto: Divulgação

O calor e o álcool foram os grandes culpados dos 1.878 atendimentos médicos no Sambódromo durante os cinco dias de carnaval – incluindo das escolas mirins dessa terça-feira (13/02). Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que instalou sete postos de atendimento, a maioria dos casos foi por mal estar devido ao calor ou consumo exagerado de bebidas alcoólicas ou outras drogas, sinais de desidratação, picos de hipertensão, torções e pequenos traumas. O número em 2017 foi um pouco menor, 1.687.


Enviado por: Redação
14/02/2018 - 12:12

Último dia de carnaval: Gilberto Gil e família vão de bloco a camarote

81986e6d-0ca7-4608-ad60-e1b9165e256f

10f179a8-a8da-470f-bb46-a6522b1f3f28

No alto, Flora, Preta, Gilberto e Bela Gil; nesta foto, Gilberto Gil e João Vicente / Fotos: Jackson Martins-AGFPontes-divulgação

Gilberto Gil partiu para o tradicional bloco afoxé Filhos de Gandhy, nessa terça-feira baiana (13/02). Desfila pelo bloco há 30 anos e tem uma verdadeira paixão – fundado por estivadores portuários da cidade, é o maior afoxé do carnaval de Salvador, só com homens, e inspirado nos princípios de não violência e paz do ativista indiano Mahatma Gandhi. Depois do desfile, Gil bateu ponto no camarote Expresso 2222, espaço que comandou durante 19 anos e passou para as mãos da filha Preta. “Espero que ela esteja dando conta, porque é uma barra, viu, um trabalho danado. Vamos ver se ela vai ter gosto de continuar”, disse Gil. Quanto à Preta: “Estou sem dormir, sem voz, sem pé, com muitas bolhas, mas muito feliz e satisfeita de ouvir das pessoas, dos convidados, que o Expresso está mais legal. A gente conseguiu melhorar a estrutura em algumas coisas, e o espaço se revitalizou: agora, ele tem mais 20 anos de fôlego pela frente”, concluiu.


Enviado por: Redação
14/02/2018 - 11:12

O Projeto Genesis, iniciativa que vem ajudando os jovens a identificar suas aptidões profissionais, organiza a “Incursão Aberta”, nos dias 24 e 25 de março, no Hotel Ramada Encore Ribalta, na Barra.


Enviado por: Redação
14/02/2018 - 11:00

Paris, por Paulo Pereira

nota1-paris

Enquanto isso, em Paris:

A presidente do Grand Palais, Sylvie Hubac, anunciou que, para a grande renovação do espaço, a Chanel será a mecenas: financiará todo o projeto, notícia confirmada pelo presidente das atividades-moda da marca, Bruno Pavlovsky.

A renovação começa em 2020, e está programada para acabar em 2024. Será uma renovação total da estrutura de ferro e vidro do teto e de todo o espaço. Valor da nota: 25 milhões de euros.

Na realidade, a Chanel está orgulhosa de poder contribuir com a reforma desse espaço cultural em Paris, e a relação entre os dois é superconhecida. É no Grand Palais que a marca faz seus deslumbrantes desfiles de prêt-à-porter e alta-costura, com cenários milionários espetaculares.

O monumento, criado em 1900 para a Exposição Universal, com sua bela arquitetura, sempre foi uma fonte de inspiração para Karl Lagerfeld. Vale realçar que Mademoiselle Gabrielle Chanel foi uma das grandes incentivadoras e sempre apoiou artistas e a cultura francesa.

Confira, nas fotos, os memoráveis cenários dos desfiles Chanel no Grand Palais. (Fotos: cortesia Chanel)

—————————————————————————————————————————————

nota-2-paris

Para vocês que estarão em Paris até dia 6 de março, não deixem de ir conhecer a pista de patinação da Torre Montparnasse, no último andar do Osbservatoire Panoramique. É uma sensação única do alto do 59° andar, vendo toda a Paris a seus pés, como se estivesse literalmente voando. Nos dias de neve, é incrível a sensação. Diversão garantida para você e a família.

Pista de patinação montparnasse
33, Avenue du Maine – 75015 – Paris

—————————————————————————————————————————————

nota-3-paris

Este é, sem duvida, o restaurante detox mais querido pelo povo bacana em Paris. Vladimir, o proprietário, um querido, recebe os clientes como se estivesse em casa. A comida é o que há de melhor em termos de cozinha bio e detox, decoração cozy toda em madeira e pratos deliciosos, além de lindos. No final do jantar, sempre acaba em festa.
Uma ótima dica para quem vai a Paris!

Craie Restaurant Bio
4 bis, Rue de Damiette – 75002
Tel pra reserva – 33142337899
@craieparis

—————————————————————————————————————————————

nota-4-paris

Quem disse que homens não gostam de brincar com bonecas? Os parisienses sempre falam e sentem falta das famosas maisons Close, onde o pecado e a deboche reinavam sem limites. Essa folia foi encerrada em 1946 por Marthe Richard, pensando em preservar a família francesa desse vício do pecado (rsrs). Pois bem, meus queridos, para os saudosos dessa prática mais antiga que o mundo, um parisiense teve uma ideia no mínimo inusitada: inaugurou, recentemente, na cidade, uma maison close de bonecas; sim, bonecas, com corpo de mulher, feitas em silicone especial ultrafino, com rosto, cabelo, pequenas e em tamanho natural.

É impressionante a beleza das meninas. As mais lindas são Kim, Sophia e Lily, mais voluptuosas e supergentis, segundo o marketing da maison. Super bem-cuidadas, em seus quartos extremamente limpos, com decoração em tons de vermelho, a cor fetiche do sexo, aguardam seus clientes silenciosamente, evitando o barulhão que as mulheres fazem em bordéis normais.

A tabela de preço é simples: 1 hora, 89 euros, e você tem a opção máscara de realidade artificial, em que ela conversa com você e lhe diz coisas carinhosas por mais 19 euros. O proprietário garante que o banho delas, após cada cliente, é feito com produtos medicinais para garantir a higiene extrema das meninas.

Para visitar o site www.xdolls.fr

—————————————————————————————————————————————

Visite também parisporpaulopereira.com

tarja-paulo-pereira-2017


Enviado por: Redação