03/10/2017 - 20:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: feito à mão

colagwm-1

Tudo que é desenhado e executado manualmente é único, valorizado pela exclusividade de ser feito naquele momento por uma pessoa. Isso imprime um DNA personalizado e uma memória afetiva, além da qualidade artística. Assim são os móveis feitos à mão – da mesma forma que o seu projeto foi feito por um arquiteto(a) que não só imprimiu seu olhar técnico como também artístico para, sob medida, fazer a sua casa. Os móveis feitos à mão têm a qualidade de manter um olhar pessoal de quem o executou, e isso é o que faz esse móvel ser mais bonito entre os outros.

Ainda não inventamos nenhuma máquina capaz de executar esse olhar; somente humanos são capazes de imprimir emoção em objetos que executam.

Uma obra de arte pode ser um quadro, uma cadeira, uma mesa… Associar o móvel feito à mão a um custo elevado não é necessário.

colagem-2

Existem indústrias que trabalham somando maquinário e pessoas; o toque final sempre humano. Essas indústrias promovem não apenas um encontro entre produção e trabalho manual, como também um projeto social incrível – a inclusão de comunidades inteiras na produção em fábricas, com esse olhar.

A Tidelle, na Bahia, é um exemplo de como essa mistura pode ser feita. Em uma parceria pública X privada, toda uma comunidade foi envolvida. A produção de lindos móveis resgatou não só a possibilidade de trabalho como também de uma incrível autoestima para essa comunidade.

Trabalhar com design, arte e com a beleza sempre faz bem a qualquer ser humano. Saber que você tem um lindo móvel e que ainda está contribuindo para uma verdadeira inclusão social nos faz muito bem. E quando esse móvel não é o mais caro do mercado, aí melhora muito também.

Estamos vivendo um processo dinâmico social, uma mudança para melhor. Vamos apostar em um novo Brasil, na nossa mão de obra e, principalmente, na nossa qualidade humana. Nada melhor que escolher um móvel feito por alguém para alguém, do jeito que alguém quer!

…feito no Brasil, essa é a cara de um país vitorioso …

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
03/10/2017 - 19:16

Festival do Rio imita esquema dos camarotes: vai cobrar pela feijoada

21731816_1608702282483684_5199809655998536413_o-1

Da mesma maneira que os camarotes do carnaval carioca passaram a aceitar, além dos convidados, quem se dispõe a pagar pelas suas mordomias, a feijoada do Festival do Rio também vai ser democratizada. Quem quiser respirar o mesmo ar dos atores e diretores conhecidos, basta garantir o seu ingresso a R$ 110. Este ano, o evento acontece, dia 14, no hotel Gran Meliá Nacional (antigo Hotel Nacional).

A festa da abertura do Festival, mais tradicional ainda, ameaçou não acontecer nesta 19ª edição, por causa da crise, mas será mantida: esta quinta (05/10), logo depois da exibição do filme “A forma da água”, de Guillermo del Toro, Leão de Ouro no Festival de Veneza deste ano, ela será no Assyrius, no Theatro Municipal, a cinco minutos do Cine Odeon. Desde o ano passado, o traje black-tie não é mais exigido: foi substituído pelo passeio completo, para alegria dos que amam a descontração carioca.


Enviado por: Marcia Bahia
03/10/2017 - 18:30

Arte + Design: ali, lado a lado

eduardo-machado-e-fernanda-marcolini-0230

Eduardo Machado e Fernanda Marcolini: à frente do Arte +Design no CasaShopping / Foto: Miguel Sá (arquivo Site Lu Lacerda)

Nesta quarta (04/10), às 17h, começa o “Arte + Design”, no CasaShopping, na Barra, criado por Eduardo Machado, diretor de marketing, com parceria de Fernanda Marcolini, nova RP do shopping. A mostra reúne nomes de arquitetos e designers de interiores assinando 70 ambientes com móveis e obras de arte selecionadas pelo curador Marcos Lontra, mostrando o limite tênue entre essas duas áreas.

Vários nomes da arquitetura carioca participam; na verdade, todos muito conhecidos. Segundo Eduardo, uma das propostas da mostra é educar o olhar para a arte: “Assim como é o hábito de ler que forma um leitor crítico, é preciso ver arte com frequência, para rebuscar o olhar. E, como nosso leque é muito heterogêneo, teremos propostas muito diferentes para mostrar.” Lontra acrescenta: “A ideia é reforçar a presença do shopping também como indutor das produções de arte contemporâneas.”


Enviado por: Lu Lacerda
03/10/2017 - 17:45

Professor Ricardo Boechat: jornalista dá curso on-line

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Boechat: estreia, aos 65 anos, na internet como professor de jornalismo, depois de uma carreira premiada/ Foto: IG

O jornalista Ricardo Boechat –  apresentador do Jornal da Band e da BandNews FM e colunista da IstoÉ – está estreando como professor de jornalismo on-line. Ele é o instrutor do curso “O Jornalismo e os Caminhos da Profissão“, que está disponível na plataforma Udemy .”Neste projeto falei dos muitos desafios e encantos do jornalismo, dos pressupostos da profissão e das qualidades que cada um deve buscar dentro de si para trilhar a carreira. São reflexões de um veterano ainda cheio de dúvidas”, conta Boechat, que, em 22 aulas, dá dicas sobre objetividade, síntese e apuração, discorre sobre relação com as fontes, jornalismo de humor, sensacionalismo, opinião e liberdade, e também sobre o fenômeno das fake news (notícias falsas).

A plataforma Udemy, que foi co-fundada pelo turco Eren Bali e hoje está sediada em São Francisco, nos EUA, permite que todas as pessoas, independente dos títulos acadêmicos ou hierárquicos, possam oferecer cursos. Boechat acaba de ser eleito “Mestre do Jornalismo” pela quarta vez, agora na categoria Nacional – Mídia Falada, pelo Prêmio Comunique-se.


Enviado por: Marcia Bahia
03/10/2017 - 16:14

Daniel Tucci: tatuagem que corrige até traumas

xtatuagem-seio-3-jpg-pagespeed-ic-w3rfqjpjp

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No alto, a tatuagem que reproduz, com perfeição, o bico e aréola do seio; acima, o tatuador Daniel Tucci, no seu estúdio/ Fotos: reprodução

Pode ser surpreendente para muitos saber que no Rio existe o tatuador Daniel Tucci (do estúdio King Seven Tattoo), que desenha bicos de seios (artisticamente perfeitos, repara na imagem) em mulheres que passaram por mastectomia. O tempo médio dessa tatuagem é de duas horas, em estúdio. Interessadas podem se inscrever no (www.projetoperolas.com.br) e depois da comprovação de baixa renda, ganham a tatuagem.

Caso de Claudia Araújo, primeira a participar da parceria entre Daniel Tucci e a produtora cultural Melissa Masoni, da ONG Projeto Pérolas, que apoia emocionalmente mulheres com câncer. Aproveitando o Outubro Rosa, vai ter uma ação social, com apoio da Prefeitura do Rio, sobre a importância dos cuidados da saúde de mulheres diagnosticadas com câncer, no sábado (14/10), no Parque Madureira, das 8h30 da manhã às 5h da tarde. A expectativa é atender três mil pessoas e o estúdio de Daniel também vai participar, fazendo pequenas tatuagens, de lacinhos cor de rosa a palavras positivas.

O trabalho de Daniel merece uma consideração particular. Melissa chegou a ele – também autor da tatuagem “Rio” no pescoço de Lady Gaga – pesquisando bons tatuadores cariocas.


Enviado por: Lu Lacerda
03/10/2017 - 14:00

Neandro Ferreira: agora também em São Paulo

Neandro Ferreira: cabeleireiro, que trabalha no Rio e em Londres, passa a trabalhar, também, em São Paulo / Foto: Site Lu Lacerda

Neandro Ferreira: cabeleireiro, que trabalha no Rio e em Londres, passa a trabalhar, também, em São Paulo / Foto: Site Lu Lacerda

O cabeleireiro Neandro Ferreira, que trabalha no Rio e em Londres há 33 anos, desde esta terça-feira (03/10) passa a trabalhar também no Studio Lorena, em São Paulo, ou seja, vai atender em três endereços. A ideia foi da atriz Alessandra Negrini, amiga de Neandro. Morando na capital paulista, ela precisava vir sempre ao Rio cortar os cabelos. Algumas mulheres são muito mais fiéis aos cabeleireiros do que aos maridos, ou seja, vai facilitar a vida de muita gente. Esse Neandro, capaz de fazer loucuras com aquelas tesouras, é muito querido, principalmente pela classe artística. Basta passar algumas horas no Marcelo Hicho Beauty & Spa, no Leblon, e já dá vontade de ver uma novela – rsrsrs!


Enviado por: Redação
03/10/2017 - 14:00

Anette Rivkind, da Breton, organiza coquetel, nesta quarta (04/10), na loja do CasaShopping, para lançamento de quatro vitrines assinadas pelas arquitetas Flávia Manhães, Bia Elias e Maria Fernanda, Thays Beraba, Juliana Massoti e Melissa.


Enviado por: Marcia Bahia
03/10/2017 - 13:00

Maestrini solta a voz em musical escrito por Falabella

thid3145

thid3085

No alto, Alessandra Maestrini e Mirna Rubim; nesta foto, Miguel Falabella e Claudia Raia / Fotos: Thiago Duran/AgNews

Miguel Falabella, que está em cartaz no Rio com a peça “God”, foi a São Paulo, nessa segunda (02/10), para a pré-estreia do musical “O som e a sílaba”, que ele escreveu especialmente para Alessandra Maestrini e Mirna Rubim, cantoras e atrizes que têm vozes privilegiadas, com registro lírico. O musical, aliás, está cheio de árias e duetos de óperas conhecidas: a personagem de Maestrini é uma mulher com autismo, que encontra no canto um sentido para sua vida; Mirna é a professora. O teatro Porto Seguro ficou lotado de muitos artistas, entre eles Claudia Raia.


Enviado por: Redação
03/10/2017 - 12:12

‘A Menina Índigo’: pré-estreia em SP, com Murilo Rosa e Fernanda Machado

murilo-rosa-e-leticia-braga-e-wagner-de-assis-e-fernanda-machado-3-1

apresentacao12

leda-e-duda-nagle-2

Na primeira, Murilo Rosa, Leticia Braga, Wagner de Assis e Fernanda Machado. Na segunda, Blota Filho seguido por Ricardo Almeida. Na terceira, Leda e Duda Nagle / Fotos: Deividi Correa / AgNews

Nessa segunda (02/10), no Cine Reserva Cultural, em São Paulo, aconteceu a pré-estreia do filme “A Menina Índigo”, que conta a história de uma menina especial, que tem o dom de curar doenças e faz parte de uma nova geração chamada de Índigo, de crianças com comportamentos novos e um olhar espiritualizado.

A menina é vivida pela atriz Letícia Braga e, seus pais, interpretados por Murilo Rosa e Fernanda Machado. Wagner de Assis é o diretor, autor de “Nosso Lar”, filme de temática espírita, um dos mais assistidos de 2010, quando levou mais de 4 milhões de espectadores aos cinemas. Ele também produziu a estreia de Luís Erlanger como diretor de cinema, este ano, no documentário  “Os Transgressores. A estreia nacional do filme é dia 12 de outubro.


Enviado por: Redação
03/10/2017 - 12:02

Paulo Cezar Guimarães faz novo lançamento da biografia do jornalista Sandro Moreyra, pela Gryphus Editora, nesta quarta- (04/10), às 19h, na Livraria Blooks de Botafogo.


Enviado por: Marcia Bahia
Página 1 de 212