12/09/2017 - 20:00

Em casa, por Manu e Marcia Müller: faça você mesmo

colagem-1

A culinária foi a primeira a difundir esse conceito, criando um “estilo de vida”, modificando comportamentos em torno de uma função antes reconhecidamente feminina, e, muitas vezes, cercada de preconceitos feministas e classicistas. Assim está se transformando a arquitetura e a ambientação, ou decoração – a palavra “decoração” nem sempre soa bem, já que, muitas vezes, está relacionada a algo fútil ou mesmo desnecessário, outro preconceito. Desde os tempos das cavernas, vemos, nas paredes, desenhos que sinalizavam o cotidiano daquelas pessoas, personalizando, assim, um espaço. Dessa forma, vemos que a decoração existe muito antes da própria arquitetura, sem um espaço pessoal; não existe o conceito do seu lar.

Um novo desenho de escola está surgindo para o futuro “learning by doing”, fazendo para apreender; com isso, cria-se uma nova geração. A arquitetura design e a decoração devem estar alinhadas com essa nova modalidade de vida, em que o fracasso transforma-se em experiência e trabalha-se para apreender, e não se aprende para trabalhar.

colagem-2

Montar a sua própria casa e móveis vai fazer parte dessa nova geração. Arquitetos estarão em conjunto, montando e capacitando os usuários dessa casa do futuro. Como montar um lego ou móveis – seremos capazes de enviar um manual de montagem ou, simplesmente, montaremos em conjunto.

O futuro nos mostra caminhos muito interessantes e, certamente, esse é o mais sensacional. Já vemos impressoras em 3D montando peças para móveis e até telhados. O profissional também aprenderá fazendo suas próprias experiências positivas e negativas.

Capacitar pessoas é sempre muito bom, e saber que uma solução positiva está sendo passada adiante realiza bastante. Assim como a culinária cria um novo estilo de vida, a arquitetura do futuro e a decoração atingem um maior número de pessoas e sofisticam a moradia e o bem-estar em casa, de forma democrática e alegre.

Como a culinária une em torno de um jantar, a montagem da casa vai unir ainda mais. Que esse futuro chegue bem rápido …

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
12/09/2017 - 19:15

Ivete Sangalo: falta de cintura era mesmo gravidez – e de gêmeos

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ivete Sangalo em foto postada no seu Instagram: a cantora acaricia a barriga, grávida de gêmeos/ Foto: reprodução

Em festa recente da Maria Geyer, falamos aqui que a cintura da Ivete Sangalo estava menos definida e que uma nova gravidez estaria subentendida. A cantora está grávida de gêmeos, notícia dada por ela em seu Instagram, nesta terça-feira (12/09). Ivete, casada com o nutricionista Daniel Cady, é mãe de Marcelo, de sete anos. Ela ainda escreveu: “Mamãe puro suingue!”. Ninguém tem dúvida disso, até porque, nos próximos dias, ela já enfrenta o palco do Rock in Rio.


Enviado por: Marcia Bahia
12/09/2017 - 18:12

Wilson Moreira: sambas para crianças, inspirados na infância no subúrbio

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Projeto do CD de Wilson Moreira já está pronto: se o financiamento coletivo não atingir os R$29 mil até sábado, o dinheiro será devolvido para os doares/ Foto: divulgação

Depois de 15 anos sem gravar, Wilson Moreira, autor dos sucessos “Judia de Mim”, na voz de Zeca Pagodinho, “Gostoso Veneno”, cantado pela Alcione, e “Senhora Liberdade”, está com uma campanha de financiamento coletivo na internet (https://benfeitoria.com/wilsonmoreira). O sambista quer fazer um CD para crianças, que já tem até nome: “Tá com medo, Tabaréu?”. “São composições inspiradas no meu tempo de menino, quando vivia em Realengo com minha mãe e irmãos. Realengo era bem diferente naquela época, muito mais rural, sabe?”, conta Wilson.

Com direção musical de Paulão 7 Cordas, o trabalho tem até sábado (16/09) para deslanchar. Até esta terça (12/09), foram arrecadados pouco mais de R$18 mil dos R$29 mil necessários. Parte do dinheiro vai, também, para recuperação do Centro Cultural que leva o nome do compositor.

Zeca Pagodinho gravou um depoimento para dar uma força para o amigo:


Enviado por: Marcia Bahia
12/09/2017 - 17:29

Francesada em festa: novos cônsul e adido cultural

Foto de:

O vernissage da exposição “Claude Viallat: cor a perder de vista” serviu para o novo cônsul da França, Jean-Paul Guihaumé, se apresentar, mas também foi ocasião para o antigo cônsul Brice Roquefeuil se despedir em definitivo da cidade carioca. Brice já foi nomeado embaixador no Panamá e nas Bahamas e aproveitou a vinda ao Rio para levar com ele os dois gatinhos que adotou por aqui e tinha deixado na casa de um amigo.

A noite ficou ainda mais animada com o flamenco, tocado pelo músico Pablo Vares de Azevedo. A atriz Letícia Spiller, colecionadora de Claude Viallat, era uma das convidadas do coquetel na Casa França-Brasil, onde aconteceu uma segunda apresentação: a do novo adido cultural no Rio, Romann Datus. Veja fotos na Galeria.


Enviado por: Marcia Bahia
12/09/2017 - 16:17

Marcello Dantas: curador fala sobre fim da exposição censurada

23661574

shunga-zupi2

No alto, o quadro de Adriana Varejão '"Cena de interior II"; no centro e acima, exemplos da pintura erótica japonesa Shagun/ Fotos: reprodução

No alto, o quadro de Adriana Varejão ‘”Cena de interior II”; no centro e acima, exemplos da pintura erótica japonesa Shunga/ Fotos: reprodução

Um dos curadores de arte mais respeitados do país, o carioca Marcello Dantas ficou atônito, como a maioria dos artistas, com o fechamento da exposição “Queermuseu”, que o Santander Cultural decidiu encerrar, em Porto Alegre, por pressão de grupos retrógrados. “O bestiário censurador no Brasil não consegue absorver a diversidade e nega, ao brasileiro, a possibilidade de conhecer um estilo de enorme valor”, diz Marcello, comentando uma das telas mais criticadas, “Cenas do Interior II”, de Adriana Varejão. O óleo, de 1994, foi atacado por retratar várias formas de sexo, incluindo cenas homoeróticas e zoofilia – Adriana retratou dois homens transando com uma cabra.

“O trabalho não visa julgar essas práticas”, declarou Adriana em nota. “Como artista, apenas busco jogar luz sobre coisas que muitas vezes existem escondidas. É uma obra adulta feita para adultos”. Dantas compara a pintura de Varejão com os desenhos Shunga do Japão (1603-1867). “Esses desenhos, base do mangá japonês, são respeitadíssimos e cultuados no mundo inteiro – em Tóquio existe um museu só para eles.

Dantas lembrou, também, dos trabalhos do americano Paul McCarthy, entre eles uma instalação que mostra Branca de Neve sendo estuprada pelos sete anões. “O mundo não acabou depois disso”. O curador conclui: “O banco perdeu muito em credibilidade ao se deixar amedrontar por um grupo. Devia ter havido, no mínimo, um debate com a sociedade antes do fechamento da exposição”.


Enviado por: Marcia Bahia
12/09/2017 - 15:28

Opinião: gays X Crivella – não ajuda, mas, também, não atrapalha

A Parada Gay em Copacabana, ano passado: a verba para a deste ano ainda é uma incógnita/ Foto: O Dia

A Parada Gay em Copacabana, ano passado: a verba para a deste ano ainda é uma incógnita/ Foto: O Dia

A Parada LGBT de Copacabana foi adiada de 15 de outubro para 19 de novembro – mesmo sem saber como, se não existe patrocínio. Está mais do que claro para todos que o evento não conta com o apoio de Marcelo Crivella, ainda que a cidade governada por ele seja um dos maiores destinos gays do mundo. O que não dá pra entender é o que um governante tem a ver com a sexualidade alheia. Por suposição, o prefeito do Rio, pela sua religião, julga e, lá no fundo (ainda que de si pra si), condena até aquilo que não conhece. Nem é o caso de apoiar ou não. Crivella deveria demonstrar pelo menos não ser contra. Os gays poderiam pedir-lhe: “Não ajuda, mas, também, não atrapalha.”


Enviado por: Lu Lacerda
12/09/2017 - 13:30

Limpeza das praias: Movimento Lixo Zero pretende reunir 600 pessoas

cleanup

Nesta foto, parte dos 500 voluntários participantes da última ação do Movimento Lixo Zero, em março deste ano, quando foram retirados 1.640 litros de resíduos das areias de Copacabana / Foto: Divulgação

Que os cariocas amam uma água e areia limpinhas na praia, ninguém tem dúvida – a comparação com o “mar caribenho”, embora um pouco cansada (rs), sempre surge. Mas que tal partir para a ação e colaborar para o bem do ambiente? Neste sábado (16/09), o Movimento Lixo Zero pretende levar 600 pessoas para limpar as praias Vermelha e de Copacabana, uma parceria do Instituto Mar Adentro com o Programa Marinho do WWF-Brasil.

O adulto que levar duas crianças, de cinco a dez anos de idade, para assistir à peça “Um passeio mar adentro“, na sexta (15/09), no Colégio São Paulo, em Ipanema – com sessões gratuitas às 18h30 e 19h30 – ganha uma camiseta para participar da ação, no dia seguinte.

Em março foram retirados 1.640 litros de resíduos das areias de Copacabana, com a ajuda de 500 voluntários e, em julho, 90 pessoas participaram do mutirão nas Ilhas Cagarras, retirando 34 quilos de resíduos da Ilha Comprida e do fundo do mar. Quem quiser aderir pode se inscrever através do site http://maradentro.org.br/ conhecerparapreservar/clean-up -the-world/.


Enviado por: Redação
12/09/2017 - 13:01

Manuela Noronha lança, nesta terça (12/09), a coleção de verão da sua marca, Maria Manuela, no charmoso predinho da Dias Ferreira, no Leblon.


Enviado por: Marcia Bahia
12/09/2017 - 12:45

Começou o CIGA: galerias tem vans à disposição do público

Foto de:

Nesses dias que antecedem a ArtRio – a partir de quinta (14/09), na Marina da Glória – as galerias cariocas estão movimentadíssimas. Nessa segunda (11/09), abriu o CIGA – Circuito Integrado das Galerias de Arte, um programa de exposições com visitas guiadas e conversas com artistas.

E o melhor: o público pode embarcar em vans que vão fazer o trajeto inteiro de graça, ou fazer as visitas no seu próprio ritmo. Na estreia, o circuito incluiu Leblon, Ipanema e Copacabana, começando na Mul.ti.plo Espaço e Arte e passando pelas galerias Cassia Bomeny, C Galeria, Martha Pagy Escritório de Arte, Marcelo Guarnieri, Marcia Barrozo do Amaral, Movimento Arte Contemporânea, Patricia Costa e Inox.

Nesta terça, o ponto de encontro das vans é na galeria Anita Schwartz (Rua José Roberto Macedo Soares, 30), na Gávea, às 17h, com destino a Botafogo, Gávea e Jardim Botânico. Aconselha-se fazer reserva pelo e-mail: vipservice@artrio.art.br. Veja fotos na Galeria.


Enviado por: Redação
12/09/2017 - 12:00

Tudo é fumaça: exposição de Laura Vinci com fog de água e álcool

Foto de:

A exposição “Morro Mundo”, de Laura Vinci, foi inaugurada, nessa segunda-feira (11/09), na Galeria Nara Roesler, em Ipanema. A artista preencheu o espaço com uma suave névoa de fumaça branca, que funciona como uma espécie de lente entre o visitante e o que há para ver. Alguém na galeria fica com um controle remoto na mão que, quando aciona, faz sair um fog de vários tubos instalados na sala. Essa camada de fumaça fica entre o visitante e pequenos objetos dourados: ampulhetas, bússolas, mapas e outros equipamentos de aferição, presos a escoras. Várias mulheres adoraram a instalação: a neblina formada escondeu muitos sinais do tempo, se é que vocês me entendem…

Neste domingo (17/09), dentro da programação “Diálogos“, o editor e poeta Carlito Azevedo vai interagir com o espaço construído pela artista. Na segunda-feira (18/09), um projeto criado por Laura, chamado “Máquinas do Mundo“, e desenvolvido pelo núcleo de arte da Mundana Cia. de Teatro, apresenta uma ação ao vivo e uma instalação em movimento. A mostra fica aberta ao público até o dia 18 de novembro. Veja fotos na Galeria.


Enviado por: Redação
Página 1 de 212