06/07/2017 - 20:00

Moda, por Bebel Schmidt: echarpes e lenços

c2

c1

Já falei aqui algumas vezes sobre o poder dos acessórios. Eles são capazes de tornar um look básico em uma produção mais elegante; e hoje é dia de falar sobre echarpes e lenços.

Versáteis, elegantes e práticos, echarpes e lenços se tornam acessórios indispensáveis para os dias mais frios. Tanto a echarpe como o lenço podem ser estampados, lisos, de seda ou tricô. A diferença entre ambos é o tipo de corte e material. Por serem clássicos, todo mundo possui uma dessas peças no armário, mas, muitas vezes, tem dúvida de como usar. O lenço, por ser uma peça com um material mais fino, pode ser usado de diversas maneiras: amarrado no pescoço com o nó para frente, para trás ou de lado. Já a echarpe pode ser usada no pescoço, amarrada ou solta, como uma sobreposição da blusa, ou com cinto, enriquecendo o look.

Para nos inspirar, separei algumas opções de como usar echarpe e lenço. Escolha aquelas que mais combinam com você!

c3

c4

Visite também o isfashionmag.com.br

Bjkss

Bebel

tarja.bebelschmidt


Enviado por: Redação
06/07/2017 - 19:39

Com Bem Gil na banda, Domenico Lancellotti abre o festival ‘Levada’

levada_bem-gil-e-domenico-lancellotti_foto-vitor-jorge

No alto, Bem Gil e Domenico Lancelotti; acima, Ana Lomelino, Ana Clara Horta, Bruno Monteiro e Michele Leal / Fotos: Vitor Jorge

No alto, Bem Gil e Domenico Lancelotti; acima, Ana Lomelino, Ana Clara Horta, Bruno Monteiro e Michele Leal / Fotos: Vitor Jorge

O cantor, músico e produtor Domenico Lancelotti abriu, nesta quinta (06/07) à noite, no Centro da Música Carioca Artur da Távola, o festival “Levada”, para músicos autorais e independentes. Acompanhado do guitarrista Bem Gil, Domenico lembrou um pouco dos seus tempos de baterista dando uma palinha no instrumento nas últimas músicas.

Lancelotti, que fez parte do grupo “Mulheres q Dizem Sim”, nos anos 90, e formou com Moreno Veloso e Kassin o “trio+2”, lançou seu segundo álbum solo, “Serra dos Órgãos”. O “Levada” continua até 3 de agosto no teatro da Tijuca. Depois, vai para o Laura Alvim.


Enviado por: Marcia Bahia
06/07/2017 - 19:28

Luiza Trajano conta sua experiência em evento no Rio

rodrigo-medinaluiza-trajano-e-alexandre-colombo

daniel-e-ricardo-stern

cacau-osorio-e-isabela-menezes-foto-veronica-pontes

No alto, Rodrigo Medina, Luiza Trajano e Alexandre Colombo; em seguida, Daniel e Ricardo Stern; logo abaixo, Cacau Osório e Isabela Menezes; acima, Lucas Câmara, Celso e Alexandre Colombo e Rodrigo Medina / Fotos: Verônica Pontes

No alto, Rodrigo Medina, Luiza Trajano e Alexandre Colombo; em seguida, Daniel e Ricardo Stern; logo abaixo, Cacau Osório e Isabela Menezes; acima, Lucas Câmara, Celso e Alexandre Colombo e Rodrigo Medina / Fotos: Verônica Pontes

Luiza Trajano, a mulher que transformou uma pequena loja no interior de São Paulo na gigante do varejo, Magazine Luiza, esteve no Rio nessa quarta-feira (05/07), para falar sobre os desafios das empresas familiares e do processo de sucessão. Entre os convidados, levados por Isabela Menezes, estavam os irmãos Celso e Alexandre Colombo, do grupo Piraquê, que também entendem do assunto, tanto quanto Ricardo Stern. A vinda de Luiza Trajano à cidade carioca fez parte do Fórum Brasileiro da Família Empresária (FBFE).


Enviado por: Lu Lacerda
06/07/2017 - 19:11

Citação do dia

“A favelada desce, perco a linha mesmo”

 

Da promotora de eventos Marcia Veríssimo, dançando funk até o chão na festa do seu aniversário


Enviado por: Marcia Bahia
06/07/2017 - 18:36

Abriu nesta quinta (06/07), no Museu Nacional de Belas Artes, a exposição “Que todos sejam Um”, comemorando os oito anos de dom Orani Tempesta à frente da Arquidiocese do Rio. São 130 trabalhos do fotógrafo Gustavo de Oliveira, registrando o cardeal em visitas a favelas, a doentes em hospitais e na Jornada Mundial da Juventude, com o Papa Francisco. A mostra fica em cartaz até 3 de setembro.


Enviado por: Marcia Bahia
06/07/2017 - 18:32

Fica até dia 28, no Centro Cultural da UNISUAM, a exposição “Nunca me Calarei, do artista e curador Marcio Freitas. Trata-se de uma série fotográfica de rostos de mulheres, de todas as partes do Brasil, que sofreram alguma forma de assédio, tentativa ou abuso sexual.


Enviado por: Marcia Bahia
06/07/2017 - 18:00

Reunião na casa de Paula Lavigne: #ZveiterEstouDeOlhoEmVoce

alinne

renata

casa-paula

No primeira foto, Alinne Moraes; na segunda, Renata Sorrah; na terceira, Silvero Pereira; na quarta, Sergio Zveiter / Fotos: divulgação

No primeira foto, Alinne Moraes; na segunda, Renata Sorrah; na terceira, Silvero Pereira; na quarta, Sergio Zveiter / Fotos: divulgação

Durou até as tantas a reunião de artistas na casa de Paula Lavigne, nessa quarta-feira (05/07), para lançar a campanha #ZveiterEstouDeOlhoEmVoce, com a intenção  de pressionar o deputado do Rio, relator do processo contra o presidente Michel Temer, na Comissão de Constituição e Justiça, em Brasília. Foi mais uma reunião das tantas que vêm acontecendo ali. Teve o show “Vampirão”, com os autores Xande de Pilares e Mosquito. Depois de muitas atrizes falarem e posarem como mostram as fotos, Paula serviu arroz de pato da Carlúcia, cozinheira do jornalista Jorge Bastos Moreno, que morreu recentemente.

É essa a mensagem para Zveiter, pelas redes sociais: “Você é deputado federal pelo Rio de Janeiro e responsável pelo relatório da Comissão de Justiça sobre as denúncias de Temer. Está em suas mãos recomendar ou não que Temer seja investigado por seus conhecidos crimes. Esta é a hora de fazer pressão: vamos compartilhar esse post, entrem na página do deputado e deixem mensagens, mobilizem seus grupos!”


Enviado por: Lu Lacerda
06/07/2017 - 14:15

Bhaskar: irmão gêmeo de Alok sai em carreira solo

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Bhaskar, gêmeo do DJ Alok, investe na carreira solo, com estilo bem diferente das apresentações do irmão, considerado um dos melhores DJs do país / Foto: divulgação

Considerado um dos melhores DJs do país e também empresário musical influente, Alok tem um irmão, gêmeo, que é também DJ. Bhaskar é o seu nome (verdadeiro mesmo, assim como o do irmão) e ele acaba de lançar um remix de “Infinito Particular”, da Marisa Monte, na voz do Silva, pelo selo Austro.

O estilo é bem diferente das músicas de Alok: Bhaskar optou pelo Low BPM, com elementos futurísticos do tech house, um clima bem mais “viajante”. Os dois irmãos, no entanto, continuam a tocar juntos sempre que dá: no último domingo (02/07), no festival Villa Mix, em Goiânia, a família inteira, aliás, se apresentou no palco: Bhaskar e Alok são filhos do casal de DJs Swarup e Ekanta, que movimentaram muitas raves no Centro Oeste nos anos 90 e criaram o festival Universo Paralelo.

A próxima apresentação de Bhaskar é dia 15, no Green Valley, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Em agosto, ele já está escalado para o Sunset Festival, em Leopoldina, Minas Gerais.

Abaixo, “Infinito Particular” na voz de Silva e no estilo Bhaskar:


Enviado por: Marcia Bahia
06/07/2017 - 13:13

Yuri Seródio: exposição na Luis Maluf, em São Paulo

Foto de:

O fotógrafo Yuri Seródio inaugurou, nessa quarta-feira, (05/07), a exposição “Compassos Paralelos” na galeria Luis Maluf, em São Paulo. Sua primeira individual tem imagens de teatros, palácios, cinemas e bibliotecas do Brasil e de outros países que tenham laços culturais  e pessoais de Yuri. A curadoria é da GoArt (Camila Yunes Guarita e Fernanda Moraes). Muita gente querida do artista, como a atriz Flávia Alesssandra (que virou uma morenaça há pouco tempo, como sabido), o empresário Arnaldo Diniz, a empresária Mariângela Bordon, o arquiteto Sig Bergamin, a relações-públicas Fernanda Barbosa e assim foi. Veja fotos na Galeria.


Enviado por: Redação
06/07/2017 - 12:31

Ouça essa tela: saxofonista Rodrigo Sha abre mostra na Casa França-Brasil

Rodrigo Sha e Lamarca

Rodrigo Sha e Marcelo Lamarca: o músico acompanhou o trabalho de criação de quatro artistas plásticos para compor músicas inspiradas nas telas e esculturas / Foto: divulgação

Rodrigo Sha, músico que domina sete instrumentos, mas que se tornou conhecido como saxofonista, levou oito meses para criar uma exposição que une arte urbana e música. “Hipersensorial” abre este sábado (08/07), na Casa França-Brasil,  e vai contar com fones de ouvido ligados a 10 telas e três esculturas.

Rodrigo acompanhou de perto o trabalho dos artistas Fábio Ema, Flávio Rossi, Ayrá Crespo e Marcelo Lamarca e compôs músicas para fazer uma ligação do visual com o auditivo. “Me imaginei pintando os quadros enquanto compunha. São músicas sensoriais, sem compromissos comerciais, com o único objetivo de tocar a alma do público e fazer ele se conectar”, conta Sha. O saxofonista, que também tem um lado eletrônico, tem muito trabalho pela frente em setembro. Além de se apresentar na tenda eletrônica do Rock in Rio, dia 23, ele vai ser o único artista a tocar em todos os dias do festival, no palco Rock District.


Enviado por: Marcia Bahia
Página 1 de 212