16/06/2017 - 19:30

Teatro, por Claudia Chaves: ‘Mambebe, Um Musical Brasileiro’

unnamed

“Merda”, “Break your leg”: são as palavras clássicas para as grandes estreias. E vem mais uma, do projeto de pesquisa em teatro musicado, do professor Rubens Lima Júnior, que já produziu o sucesso “The Book of Mormon“, peça com o maior público no Rio em 2014, com 55 mil espectadores e filas quilométricas, e “O Jovem Frankestein“.

1- Como surgiu o projeto de pesquisa?
O Projeto de Pesquisa Unirio Teatro Musicado surgiu no Centro de Letras e Artes da Unirio, no ano de 1995, coordenado pelo professor Rubens Lima Júnior, com o intuito de desenvolver e aprimorar sua tese de mestrado em teatro musical, “Arthur Azevedo e o Teatro Naturalista”. Neste mesmo ano, a montagem de Kabarett Valentim, de Karl Valentim, reuniu inicialmente 32 alunos em uma temporada de dois meses, na sala Paschoal Carlos Magno, e culminou com a seleção para o Festival de Outono de Madri (Espanha), em novembro de 1995. Quatro apresentações foram realizadas no círculo de Bellas Artes e, posteriormente, em outras cidades espanholas.

2- Qual a metodologia? Os alunos se inscrevem? Tem prova pública?
Sim, eles se inscreveram para o teste. Foram 381 candidatos numa primeira leva, dos quais 180 foram selecionados e observados em testes mais específicos. No final, estávamos com os 32 atores definidos. No entanto, muitos que não passaram para os papéis oferecidos, tornaram-se estagiários da equipe técnica e da produção. A seleção de um musical se baseia em aptidão e noção de canto, dança e interpretação. Essa seleção prefere o ator que consiga combinar essas três linhas, para que a gente possa escolher os protagonistas, personagens, coro e dançarinos. Como são todos alunos, o foco desse trabalho é observar as possibilidades de cada um, o potencial a ser aproveitado. Somente os alunos de universidades federais podem inscrever-se.

3- O elenco muda de espetáculo para espetáculo? O que tem de fixo?
O elenco muda a cada novo espetáculo. Sempre fazemos testes com alunos das universidades federais, mas temos exemplos de alunos que passaram para mais de um espetáculo e estão conosco há 2, 3 anos.

4- Como foi a ideia de montar “O Mambembe”?
Era um antigo sonho. Eu já havia feito uma montagem de “O Mambembe”, em 1990, e o Projeto Teatro Musicado já havia passado por outras áreas que me interessavam em relação a musicais: ópera-rock (com Rocky Horror e Tommy), musical nacional (com o Cambaio) e comédia musical, quando trabalhei com ícones, como Mel Brooks, Monty Python e os autores de South Park.

Mas eu já sabia que queria retomar um estudo sobre os primórdios do teatro musical brasileiro, e Artur Azevedo foi uma escolha óbvia, porque ele foi praticamente o criador do teatro musical e de revista, no Brasil. E o “Mambembe” é uma peça muito representativa dele. Nos próximos três anos, pretendo trabalhar com teatro musical brasileiro.

5- O que acha de diferencial nessa montagem?
A história se mantém, assim como a época e os personagens principais, mas é narrada de forma diferente. O texto adaptado se baseia no texto original e tenta não mudar a sintaxe, mas deixa a linguagem mais leve, para o público de hoje.

6- Uma palavra para resumir seu trabalho.
Pode ser uma frase? Amor e paixão ao teatro.

7- Uma palavra para resumir os alunos.
Talento.

Merda ao talento, ao amor e a paixão pelo teatro. Sempre.

Serviço:
Teatro João Caetano
Sexta, Sábado e Segunda às 19h30
Domingo às 18h

tarja-claudiachaves


Enviado por: Redação
16/06/2017 - 19:01

Citação do dia

“O espírito do carioca está se perdendo, estamos sendo massacrados. Carnaval não é gasto, é investimento, o que esse prefeito não entende é que nós somos o carnaval”

 

Do carnavalesco Milton Cunha sobre o anúncio feito pelo prefeito Crivella de que reduzirá à metade a verba das escolas de samba


Enviado por: Marcia Bahia
16/06/2017 - 18:35

MIMO Festival confirma segunda edição em Portugal

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Ana.Ni: cantora inglesa se apresenta no MIMO de Portugal e também na edição brasileira de 2017 do evento / Foto: divulgação

Para os brasileiros que estiverem em julho em Portugal – e a cada dia cresce o número de turistas daqui por lá – o MIMO Festival confirmou sua segunda edição na cidade de Amarante, distrito do Porto, de 21 a 23. Dentre as atrações anunciadas, três artistas vão se apresentar também nas edições do MIMO no Brasil, este ano. A londrina Ala.Ni, ex-vocalista de Andrea Bocelli, Mary J. Blige e Blur, é a revelação do cenário europeu no momento, com estilo inspirado nas cantoras de jazz e musicais como Billie Holiday e Judy Garland. Os outros são a baterista e compositora Anne Paceo, do novo cenário do jazz francês, e o português Manel Cruz, ex-integrante da banda de rock Ornatos Violeta.

O MIMO em Amarante também vai ter os brasileiros Céu, Rodrigo Amarante, Hamilton de Holanda e o Baile do Almeidinha, Jards Macalé e Nação Zumbi – que ficam melhores ainda com um vinho verde produzido na região.

Uma palinha, aqui, da Ala.Ni, enquanto ela não vem ao Brasil, cantando “Cry me a river”:


Enviado por: Marcia Bahia
16/06/2017 - 17:27

Crivella x carnaval: “A decepção é generalizada”, diz Milton Cunha

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Decisão do prefeito Marcelo Crivella de cortar verbas das escolas de samba não para de repercutir no mundo do carnaval / Foto: reprodução

A declaração da Riotur, nesta sexta-feira (16/06), dizendo que “O carnaval do Rio está garantido” é brincadeira ou o quê? Em algum momento deixou de estar? O prefeito Crivella, que esta semana anunciou corte de R$ 1 milhão na verba para o grupo especial, formado por 13 escolas, precisa saber que o carnaval é sagrado para a cidade que ele governa. Segundo o historiador, cenógrafo e carnavalesco Milton Cunha “está uma decepção generalizada no meio do samba com Marcelo Crivella“. E mais: “O espírito do carioca está se perdendo, estamos sendo massacrados. Carnaval não é gasto, é investimento, o que esse prefeito não entende é que nós somos o carnaval”. Amiga da coluna diz que a curiosidade é grande para saber se Crivella (que nem apareceu no último carnaval) vai suportar a revolta e a criatividade ilimitada das pessoas ligadas ao samba – várias críticas debochadas começaram a aparecer nas redes.  A realidade é que o então candidato disse ao jornalista Edimilson Ávila que manteria a verba para as escolas de samba. Quem é que não sabe que declaração de político é tão verdadeira quanto anúncio de banco?


Enviado por: Lu Lacerda
16/06/2017 - 16:31

Marlon Teixeira causa ‘vergonha alheia’ com vídeo – mas tem defensores

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Vídeo de Marlon Teixeira está causando polêmica: maioria dos internautas não vê mudança nas expressões do modelo / Foto: reprodução

Postado na quarta (14/06) na página do Facebook da Vogue Paris, um ensaio com o modelo catarinense Marlon Teixeira (Way Model) já teve quase 2.400 compartilhamentos e 10 mil reações dos internautas – a maioria de reprovação. No vídeo, feito para prestar uma homenagem ao Festival de Cannes, o modelo mostra como fazer as “Sete caras do cinema”, isto é, expressões de sedução, morte, medo, olhos de cowboy, surpresa, loucura e alegria. Muita gente escreveu se dizendo com “vergonha alheia” do vídeo, outros que não conseguem parar de rir, que ele lembra o Joey Tribbiani do “Friends” ensinando expressões de novela, que Marlon parece estar com prisão de ventre, que está igual ao cigano Igor etc. Mas ainda teve um número considerável que disse coisas como “Quem se importa com a atuação duvidosa? Tá de parabéns mesmo assim”, elogiando a beleza e a sensualidade do rapaz.

Sérgio Mattos, da agência 40 Graus, ameniza as críticas: “As pessoas não sabem que nas agências damos aula de interpretação pedindo essas caras e bocas. Acho que ele mudou de expressão, sim, mas o que acontece é que ele tem uma sensualidade muito forte. O moleque, ainda por cima, é muito gente boa! Achei lindo, fantástico”, finaliza, comparando Marlon à modelo Coco Rocha. A canadense é conhecida por postar vídeos no Youtube ensinando a fazer centenas de poses por minuto.

Veja o polêmico vídeo de Marlon:


Enviado por: Marcia Bahia
16/06/2017 - 15:30

Gávea: cada dia mais lotado de moradores de rua

whatsapp-image-2017-06-16-at-15-46-56

Praça Santos Dumont: número de moradores de rua no ponto turístico quadruplicou desde que Crievlla tomou posse, em janeiro deste ano / Foto: Site Lu Lacerda

O Baixo Gávea é ponto turístico do Rio, na Praça Santos Dumont. Desde que o prefeito Marcelo Crivella tomou posse, em janeiro deste ano, com o slogan “Chegou a hora de cuidar das pessoas“, muita gente achou que mudaria alguma coisa quanto aos moradores de rua que ali vivem. E ninguém pode negar, mudou, sim: o número quadruplicou. A área virou praticamente de residências ao ar livre: tem varal, tem fogão, tem tudo…

Recentemente, os bombeiros foram chamados para ver uma fumaça que saía do chão, exatamente na Praça Santos Dumont. Era um bueiro entulhado de roupas de mendigos locais. Enquanto isso, O IPTU…..Como dito aqui, não é um assunto só da Gávea, vários pontos do Rio estão assim.


Enviado por: Lu Lacerda
16/06/2017 - 12:28

Novo embaixador britânico vem ao Rio para aniversário da Rainha

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

De origem indiana, o novo embaixador do Reino Unido em Brasília, Vijay Rangarajan, faz sua primeira visita oficial ao Rio na próxima semana / Foto: divulgação

Filho de indiano, o novo embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan, estará na recepção oferecida pelo cônsul Jonathan Dunn, na terça (20/06), em Laranjeiras, pelo aniversário da Rainha Elizabeth II. Vijay teve como último cargo o de diretor para Europa no Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido e estudou português por seis meses antes de chegar a Brasília, em maio. Quem quiser puxar conversa com o diplomata e não for muito chegado em matemática e astrofísica – o inglês tem mestrado e doutorado, respectivamente, nessas áreas – pode falar de assuntos mais amenos como culinária, ciclismo, kitesurfing, canto e ficção científica. Na segunda, o embaixador fala na Fundação Getúlio Vargas, às 13h30, sobre “A visão estratégica do Reino Unido pós-Brexit e as eleições gerais de 2017″.

Como se sabe, o aniversário da Rainha é dia 21 de abril, mas ele é comemorado no Reino Unido e em todas as representações diplomáticas no mundo em junho, por ser primavera no Hemisfério Norte – clima mais favorável a festas ao ar livre.


Enviado por: Marcia Bahia
16/06/2017 - 11:42

‘Nada Além’: Tuca Andrada volta a interpretar Orlando Silva

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No repertório de “Nada Além” não poderiam faltar “Abre a janela”, “Carinhoso”, “Lábios que beijei” e “Aos pés da cruz”, mais a canção que dá título ao show / Foto: Aline Macedo

O ator Tuca Andrada, que em 2004 estreou o espetáculo “Orlando Silva – o cantor das multidões”, visto por aproximadamente 300 mil pessoas, vai apresentar no Rio, no próximo fim de semana (24 e 25/06) uma versão mais compacta do musical sobre o artista nascido na Zona Norte carioca, que ficou conhecido como “o cantor das multidões”.

Sobre o show “Nada Além”, diz a diretora Inez Viana: “Nossa intenção é que as pessoas saiam emocionadas e felizes, por relembrarem ou, até mesmo, conhecerem os sucessos de Orlando Silva”. “O cara gravou tudo de melhor”, comenta Tuca, que compara Orlando a Frank Sinatra, Billie Holiday e Edith Piaf, “outros gênios nascidos em 1915”. O ator continua: ”Esse show é uma demonstração de paixão pelo Brasil, de amor pelo nosso país. Em um momento em que estamos precisando muito disso”. Tuca interrompe os ensaios, em São Paulo, da peça “A Visita da Velha Senhora”, com Denise Fraga e Ary França e direção do Luiz Villaça para vir ao Rio. O show vai ser no Espaço Furnas Cultural, com ingressos grátis.


Enviado por: Marcia Bahia