14/03/2017 - 19:00

Em Casa, por Marcia Müller: Cabana

cabin-112

cabin-99

Quase uma casa primitiva, a cabana nos remete ao início das residências que conhecemos hoje. No entanto, a cabana moderna tem apenas esse olhar estético porque, atualmente, tem todas as facilidades da casa contemporânea.

O charme e o conforto de uma casa tipo cabana compensam o investimento. Em primeiro lugar, a metragem é menor porque os espaços não são imensos, mais bem proporcionais e na medida. A madeira está em todo lugar; daí ser uma construção sustentável e ecológica, justamente pelo uso intenso da madeira.

A cabana não é a mesma coisa que uma casa pré-fabricada, apesar de elas terem vários pontos em comum. Uma cabana é inteiramente feita sob medida para os proprietários e para o terreno. Ela é um casa artesanal — cada parte foi pensada, detalhada para estar ali, e tem como principais características o rústico, o único e o artesanal. E nada disso precisa ser pesado ou tosco.

Nos trópicos, a cabana é arejada, ventilada, e a madeira é usada como um grande isolante térmico, pois tem essa incrível característica, empregada com entendimento: aquece ou refresca. Por isso, um projeto feito com conhecimento é tão importante.

E nós, arquitetos, estudamos um melhor uso dessa madeira, junto com a importante implantação no terreno. Se ela estiver no campo ou próxima do mar, vai proporcionar a mesma sensação de conforto e bem-estar…

Bem pensada, a casa-cabana de madeira é uma das opções e soluções para casa do futuro – feita para você, única, ecológica, sustentável e acolhedora. Vai existir, em um futuro próximo, uma casa montada pelos próprios donos, e a cabana se enquadra totalmente nesse conceito. Um dos caminhos certos da arquitetura, daqui pra frente, é poder ser criativa, única e, ao mesmo tempo, acessível a todos.

Tomara que a moradia e a arquitetura possam ser a grande mudança para uma sociedade saudável! A cabana moderna nos mostra um caminho… Vamos prestar atenção!

cabin-21

cabin-45

cabin-1

tarja-marcia-e-manu-muller-2017


Enviado por: Redação
14/03/2017 - 17:50

Lançamento do ‘Goût de France’: jantar franco-brasileiro

Foto de:

O lançamento do “Goût de France 2017“, evento gastronômico que celebra a culinária francesa, foi nessa segunda-feira (13/03), no hotel Les Jardins, no Cosme Velho. Roland Villard comandou um time com 12 chefs franco-cariocas que prepararam jantar para os convidados. A noite foi uma verdadeira mistura entre as culturas da França e do Brasil – com muita caipirinha, samba e queijos franceses (Ainda bem que não foi o contrário: caipirinha e samba franceses e queijo brasileiro – rs!). A terceira edição do festival começa na terça-feira (21/03), com mais de dois mil chefs espalhados pelo mundo, sendo 106 deles no Brasil. Participam 23 restaurantes no Rio, Búzios e Petrópolis. Veja fotos na Galeria.


Enviado por: Redação
14/03/2017 - 17:08

Marido de Deborah Secco: o tudo-de-bom na peça ‘Oi! Quer teclar?’

debora-e-nando

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

No alto, Deborah Secco beija o marido, Hugo Moura; acima, Kakau Berredo, Sheislane Hayalla, Nando Cunha, Josie Pessoa e Hugo Moura, o elenco de “Oi! Quer teclar?”, na estreia no Teatro dos Quatro / Fotos: Rogério Fidalgo / Agnews

Deborah Secco deu um beijaço no marido Hugo Moura, como se não o visse há semanas, na estreia da peça “Oi! Quer teclar?”, nessa segunda-feira (13/03), no Teatro dos Quatro, na Gávea. Na peça, dirigida por Thiago Greco, Hugo faz o papel de Vitor, homem que a maioria das mulheres procura na internet: bonito, educado, inteligente e em busca de um relacionamento sério. Em determinado momento da peça, o ator Nando Cunha faz o papel de um gay, que comenta sobre Vitor: “Ai meu Deus! Que homem maravilhoso! Deveria ter um assim para cada ser humano no mundo”. Nando ainda aproveitou para introduzir o caco, que fez a plateia gargalhar: “A Débora Secco deve sofrer!”

A comédia também tem no elenco a atriz Sheislane Hayalla, que ficou conhecida quando concorreu ao título de Miss Amazônia, em 2015, e, insatisfeita com o resultado – que ela alegou ter sido comprado – arrancou a coroa da cabeça da vencedora. Diogo Franco, autor do texto, colocou, inclusive, uma referência na peça a isso, quando a personagem de Sheislane diz: “Meu amor, quando não gosto de uma coisa, eu arranco!” O espetáculo fica em cartaz até 30 de março, de terça a quinta-feira, às 21h.


Enviado por: Marcia Bahia
14/03/2017 - 16:00

Nicole Tamborindeguy: Leblon foi silencioso um dia

Nicole Tamborindeguy: paisagista deixa o Leblon, não suporta mais o barulho / Foto: arquivo Site Lu Lacerda

Nicole Tamborindeguy: paisagista deixa o Leblon, não suporta mais o barulho / Foto: arquivo Site Lu Lacerda

Depois de sete anos, a paisagista Nicole Tamborindeguy está de mudança da Visconde de Albuquerque, esta semana, para uma rua tranquila do Jardim Botânico. Perguntada a razão de deixar um endereço de que sempre gostou, respondeu: “O Leblon virou um bairro barulhento; a Dias Ferreira se transformou numa rua de lojas, bares e restaurantes, ou seja, comercial. Além disso, quero morar em uma casa, para fazer experimentos com as minhas plantas, trabalhando melhor e em silêncio”.


Enviado por: Lu Lacerda
14/03/2017 - 15:03

Paulo Ricardo: temporada esticada no Londra

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Paulo Ricardo de pertinho: show do Londra do Rio vai ser levado para o Londra de São Paulo, em abril / Foto: divulgação

A temporada de Paulo Ricardo no Londra, no Rio, já era para ter terminado, mas a procura pelo show “PR on the rock” garantiu ao cantor mais três apresentações. Mal foram anunciadas, essas novas sessões – nas próximas quartas-feiras de março –  já estão com ingressos quase esgotados. A desta quarta (15/03) vai ter como convidados Dado Villa-Lobos, Rodrigo Sha e Mike, da banda Outroeu.

O cantor está investindo num formato enxuto: no palco são só ele e o tecladista Rubem Kavera. Apesar do tom mais intimista, Paulo Ricardo levou 1.110 pessoas, na sexta (10/03), à casa paulista Over Night, na Vila Olímpia. No repertório, todos os sucessos do RPM, “Imagine”, do John Lennon, gravação de Paulo que foi a única de estúdio autorizada por Yoko Ono, clássicos roqueiros e homenagens a Cazuza, Renato Russo e David Bowie – no Londra, o show chega a durar duas horas.


Enviado por: Marcia Bahia
14/03/2017 - 15:01

O evento Lagoa Bier Fest lança seu próprio chope artesanal, o Pôr do Sol, na próxima edição, de sexta a domingo (17 a 19/03), pela primeira vez no Parque do Cantagalo. O evento terá shows gratuitos, diversas opções de cervejarias artesanais com rótulos premiados, além de food trucks e atividades para crianças. O horário na sexta é das 18h às 22h; no sábado e domingo, das 14h às 23h.


Enviado por: Marcia Bahia
14/03/2017 - 14:08

Padre Jorjão vai rezar a Missa de Sétimo Dia de Nair Elisa, mãe do jornalista Luiz Carlos Lourenço, esta quinta (16/03), às 18h30, na igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema.


Enviado por: Marcia Bahia
14/03/2017 - 14:00

Filme sobre o ‘Barão’: pré-estreia com animação de um show de rock

Foto de:

Com antigos e atuais integrantes da banda, o documentário “Barão Vermelho – Por que a gente é feliz?” teve a pré-estreia nessa segunda-feira (13/03), no Estação Gávea. A produção é dedicada a Cazuza, Zeca Jagger (Ezequiel Neves) e Paulo Humberto Pizziali, o Peninha – o percussionista entrou para o Barão no primeiro disco depois do Cazuza e ficou até sua morte, em setembro do ano passado. As salas estavam lotadas e os convidados animados, como se fosse um show de rock. A direção é de Mini Kerti e a partir de maio o filme estreia no canal Curta! Veja fotos na Galeria.


Enviado por: Redação
14/03/2017 - 13:14

Dupla de irmãos galeristas: passaportes carimbados

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Eduardo e Filipe Masini: galeristas têm estado presentes nas mais importantes feiras de arte do mundo / Foto: Vera Donato (acervo do site Lu Lacerda)

Os irmãos Filipe e Eduardo Masini fundaram a Athena Contemporânea, em Copacabana, há cinco anos, e desde então, se transformaram nos galeristas cariocas mais presentes nas feiras de arte mundiais. Os dois, que são filhos de galeristas também conhecidos, Neide Masini e Liecil Oliveira, acabam de embarcar para a China, onde participam, na próxima semana, da Art Basel Hong Kong, ao lado de grandes galerias como a Gagosian e a originalmente paulista Fortes D’Aloia & Gabriel. No fim do mês, participam da SP Arte e seguem para a Peru Arte Contemporânea (PAC), em Lima, onde a Athena Contemporânea é a única galeria carioca do evento – aliás, ano passado ela também foi a única do Rio na ARTBO, feira de arte em Bogotá, na Colômbia.


Enviado por: Marcia Bahia
14/03/2017 - 12:30

Noite só para comediantes: Fábio Porchat comanda ‘Prêmio do Humor’

Foto de:

Fábio Porchat cumpriu o que anunciou em novembro passado e fez, nessa segunda-feira (13/03), a entrega do “Prêmio do Humor”, no Teatro Rival. Totalmente bancado com recursos próprios do comediante, que somaram R$ 25 mil, o evento destacou vencedores nas categorias espetáculo, texto, diretor, performance e especial.

Fã de Lúcio Mauro, Fábio fez um discurso altamente elogioso e emocionante antes de entregar o troféu para Lúcio Mauro Filho, que recebeu pelo pai, com problemas de saúde. O comediante paraense, que faz 90 anos nesta terça-feira, também teve sua trajetória de mais de 50 anos e sua importância para o humor nacional lembrados pelo ator Bruno Mazzeo.

Quem também não pôde comparecer à cerimônia foi Gregório Duvivier, que está viajando, mas seu pai, Edgar Duvivier, estava lá para aplaudir a vitória de “5x Comédia”, que tem entre os autores Gregório e mais Julia Spadaccini, Antonio Prata, Jô Bilac e Pedro Kosovski.

Marcos Caruso levou o troféu de Melhor Espetáculo pelo monólogo “O Escândalo Philippe Dussaert”, e, no palco, agradeceu surpreso, já que o texto não é totalmente cômico: “O humor salvou um texto que no Brasil poderia ter dado completamente errado”.

Regina Casé não perdeu a oportunidade de brincar com o engano acontecido na festa do Oscar, e, antes de declarar o projeto “Rival Rebolado” como ganhador do Prêmio Especial, anunciou: “O vencedor é… La La Land!“. Outro momento divertido da noite foi quando Osmar Prado, encarregado de entregar o Prêmio de Performance para Thalita Carauta, foi anunciado como o vencedor por Fábio Porchat – e, continuando na brincadeira, fez um discurso engraçadíssimo de improviso. O troféu de Melhor Direção, anunciado por Miguel Falabella, ficou com Cristina Moura, diretora de “Nu de Botas”.

Veja abaixo a relação dos concorrentes e os ganhadores em negrito:

Espetáculo:
O Escândalo Philippe Dussaert”;
“5x Comédia”;
“Myrna Sou Eu”.

Texto:
Julia Spadaccini, Antonio Prata, Jô Bilac, Pedro Kosovski, Gregório Duvivier (“5x Comédia”);
Saulo Queiroz (“As Malditas”);
Tati Bernardi (“Meu Passado Me Condena”).

Direção:
Cristina Moura (“Nu de Botas”);
Daniel Herz (“Acorda Pra Cuspir”);
Elias Andreato (“Myrna Sou Eu”);
Monique Gardenberg e Hamilton Vaz Pereira (“5x Comédia”);
Inez Viana (“Meu Passado Me Condena”);
Éber Inácio (“Virou O Que Virou”).

Performance:
Thalita Carauta (“5x Comédia”);
Fabiula Nascimento (“5x Comédia”);
Bruno Mazzeo (“5x Comédia”);
Éber Inácio (“Virou O Que Virou”);
Marcos Caruso (“O Escândalo Philippe Dussaert”);
Stella Miranda (“Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos”);
Pedroca Monteiro (“Sucesso”);
Nilton Bicudo (“Myrna Sou Eu”).

Especial:
Projeto Rival Rebolado (ideia e concepção do projeto);
Marcelo Olinto (pelo figurino da peça “A Invenção do Amor”);
Cia. Limite 151 (pelos 25 anos prestigiando a comédia).

Veja fotos na Galeria.


Enviado por: Marcia Bahia
Página 1 de 212