img_0318

As noivas Roberta Gradel e Priscila Raab com o cerimonialista Ricardo Stambowsky: foto feita durante a degustação do menu do casamento, marcado para o próximo sábado (10/03), no Copacabana Palace

Sobre o primeiro casamento entre mulheres da história do Copacabana Palace, que acontece neste sábado (10/03), entre Roberta Gradel e Priscila Raab (uma, economista; a outra, farmacêutica), com cerimonial de Ricardo Stambowsky, tudo está sendo feito dentro da maior tradição: estão, desde a semana passada, sem se comunicar, como rege entre os judeus, quando os noivos não se veem na semana que antecede a cerimônia. As duas estão fazendo as provas dos vestidos separadas, portanto só vão ver o figurino, uma da outra, na hora da cerimônia, a ser celebrada por David Alhadeff no salão nobre do Copa, com recepção para 180 no Golden Room. No cortejo, somente madrinhas, vestindo os tons da festa, do rosa-claro ao bordeaux. “Fico muito feliz de poder participar da derrubada do muro de preconceitos e falsos moralismos que impediam a união de pessoas do mesmo sexo!”, diz Stambowsky, um dos mais procurados do Rio, mas sempre para casamentos entre sexos diferentes. Esse é o primeiro que ele assina entre meninas.

Share
Enviado por: Lu Lacerda

1 comentário para "1º casamento gay do Copa: passo contra o preconceito"

  1. 05/03/2018 - 17:25 Enviado por: Ricardo

    A matéria ficou ótima !! Parabéns e muito obrigado querida Lu ! Beijos